Empresa espanhola investe 23 milhões em três parques solares no Alentejo

Assinatura do contrato de construção e o lançamento da primeira pedra da obra vão ter lugar no Alentejo, na segunda-feira, na presença do ministro do Ambiente.

Dinheiro Vivo/Lusa
Porto, 02 / 02 / 2021 - Reportagem no IPO Porto sobre projecto solar fotovoltaico. Painéis Solares no telhado do IPO (Artur Machado / Global Imagens) © Artur Machado / Global Imagens

Uma empresa espanhola vai investir 23 milhões de euros na instalação de três parques solares no Alentejo, capazes de gerar 100 Gigawatt-hora por ano, o equivalente ao consumo de 30 mil casas, foi hoje anunciado.

Em comunicado enviado à Lusa, a Rosseti Engenharia, empresa sedeada em Braga responsável pela construção dos equipamentos, explica que os parques solares vão ser instalados nos concelhos de Elvas (Portalegre), Alandroal e Arraiolos (Évora).

Contactada pela Lusa, fonte da empresa de Braga referiu que este projeto de uma "empresa espanhola líder no desenvolvimento e geração de energia solar fotovoltaica no sul da Europa" vai ocupar uma área de cerca de 70 hectares, sendo que os três parques estarão prontos a funcionar em dezembro.

Este projeto de 23 milhões de euros, disse, é o "primeiro a ser implementado no âmbito do leilão solar realizado Governo português em 2019".

A assinatura do contrato de construção e o lançamento da primeira pedra da obra vão ter lugar no Alentejo, na segunda-feira, na presença do ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, e o secretário de Estado da Energia, João Galamba.

"As suas presenças no evento inaugural refletem a relevância estratégica destas instalações na promoção dos planos de transição energética em Portugal", sublinha o comunicado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG