Portuguesa ASM vendida à coreana CS Wind

A ASM é a maior produtora nacional de torres eólicos e fundações offshore.

Dinheiro Vivo
Adelino Costa Matos, CEO da ASM. © Pedro Correia/Global Imagens

A ASM Industries, fabricante de torres eólicas e fundações offshore e nascida do grupo A. Silva Matos, com duas fábrics em Portugal, em Sever do Vouga e no Porto de Aveiro, foi vendida à gigante mundial do mesmo setor, a sul-coreana CS Wind.

«A integração da ASM Industries neste grupo de renome e líder mundial na produção de torres eólicas é mais um passo estratégico que nos permite continuar a realizar o nosso caminho de crescimento e consolidação, numa indústria muito desafiante e exigente», destaca Adelino Costa Matos, CEO da ASM Industries, citado em comunicado. «A decisão foi muito ponderada, mas é a mais acertada para possibilitar que a ASM Industries ganhe dimensão crítica e alcance o seu objetivo de ser o maior fabricante de torres eólicas e fundações offshore da Europa», acrescenta o gestor.

A empresa não revela no comunicado, mas segundo o Negócios, a ASM terá vendido 60% do capital por 46,5 milhões de euros.

Esta venda, diz ainda o CEO, vai permitir à empresa «investir significativamente no reforço da capacidade produtiva da sua atual fábrica no Porto de Aveiro e, inclusive, poder construir uma nova fábrica de monopiles, criando um verdadeiro cluster produtivo para as energias renováveis em Portugal para atender todo o mercado europeu, reforçando o papel estratégico do Porto de Aveiro», salienta Adelino Costa Matos.

A empresa destaca ainda que a CS Wind comprou também "a maior fabricante norte-americana de torres eólicas à Vestas, uma empresa global de turbinas, e decidiu reforçar o investimento para expandir a sua produção na fábrica na Turquia. Com fábricas no Vietname, China, Malásia, Turquia, Estados Unidos da América e agora em Portugal, prevê-se um elevado reforço do posicionamento da CS Wind, enquanto empresa líder mundial na produção de torres eólicas".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG