Ricardo Araújo Pereira recria anúncios queridos dos portugueses no Natal da Worten

A Influencer digital Madalena Abecasis junta-se a RAP num dos anúncios da campanha que vai parodiar publicidades antigas e que resulta de um investimento total de cerca de 33 milhões de euros.

Mónica Costa
Filmagens da campanha de Natal da Worten com Ricardo Araújo Pereira e Madalena Abecasis. © Rita Chantre / Global Imagens
Ricardo Araújo Pereira nas filmagens da campanha de Natal da Worten © Rita Chantre / Global Imagens
Madalena Abecasis nas filmagens da campanha de Natal da Worten © Rita Chantre / Global Imagens
Filmagens da campanha de Natal da Worten com Ricardo Araújo Pereira e Madalena Abecasis © Rita Chantre / Global Imagens
Filmagens da campanha de Natal da Worten com Ricardo Araújo Pereira e Madalena Abecasis © Rita Chantre / Global Imagens
Filmagens da campanha de Natal da Worten com Ricardo Araújo Pereira e Madalena Abecasis © Rita Chantre / Global Imagens
Filmagens da campanha de Natal da Worten com Ricardo Araújo Pereira e Madalena Abecasis © Rita Chantre / Global Imagens

A campanha de Natal da Worten vai mexer com a nossa memória. A marca pegou nos anúncios queridos dos portugueses, resolveu parodiá-los e a partir desta terça-feira, o humorista Ricardo Araújo Pereira protagoniza a recriação das campanhas da Ferrero Rocher (https://www.youtube.com/watch?v=Lzo_anr7lcs), das Fantasias de Natal (https://www.youtube.com/watch?v=9WKnk8oupk0) e da Coca-Cola (https://www.youtube.com/watch?v=MkAv_xvpf7Y).

Com um custo de cerca de 33 milhões de euros - que engloba toda a produção e a divulgação da campanha -, esta série de três anúncios vai estar no ar até fim de 2022. Altura em que vai surgir a campanha de final de ano (cujo valor está incluído no pacote dos anúncios de Natal).

"Lembrámo-nos de pegar nas campanhas que ficaram na memória de várias gerações e das quais ainda hoje se fala. Pegar numa cultura popular de Natal e brincar com ela", revelou ao Dinheiro Vivo, o diretor de Marca e Comunicação da Worten, António Fuzeta da Ponte. "Que é o que o Ricardo faz e a Worten é uma marca que cada vez mais usa o humor para a relação com o cliente. É um elogio às campanhas passadas com o humor da Worten e do Ricardo".

A intenção inicial da marca não era pegar em marcas, mas sendo este o primeiro Natal do "Tem tudo e mais não sei o quê", o resultado acabou por ser a junção de todas as categorias que a Worten vende. "Felizmente verificou-se um match muito bom entre o Ricardo, o que ele representa para os portugueses e a Worten. Depois ele serviu mesmo de alavanca para mostrar que temos o "tudo e mais não sei o quê", reforça aquele responsável, que declara que o humorista conseguiu chegar aos portugueses de forma a que percebessem que a Worten tem maquilhagem, colchões, artigos para jardim, desporto, entre vários outros artigos. "Foi preciso uma alavanca tão poderosa como o Ricardo para o fazer. Ele podia é não ser uma pessoa afável e simpática, mas é. E os portugueses veem isso".

Segundo António Fuzeta da Ponte esta é uma estratégia vencedora. "Temos 200 lojas e sentimos que os clientes já se acostumaram a ver o Ricardo nos ecrãs das lojas e percebem que quando ele aprece traz novidades. Ou que vem apresentar uma categoria nova. Depois de termos o Ricardo connosco, vimos as pessoas a entrar com muito mais força no nosso site e a dirigir-se, em maior número às lojas. Está muito bem para nós esta associação", reforça.

Assim a marca espera que esta acabe por ser um das campanhas mais reconhecidas e que consiga, mesmo, bater o recorde do ano passado. Sem avançar valores, o responsável afirma que "no retalho vivemos na obsessão de bater o recorde do ano anterior".

Ricardo Araújo Pereira fala das filmagens

Em plena filmagem da recriação do anúncio da Ferrero Rocher, Ricardo Araújo Pereira estava bem-disposto. "É divertido porque os anúncios são muito cândidos, alguns, e eu trato mal a menina do meu anúncio das fantasias de Natal. E, neste também trato mal a minha patroa, sou desagradável. É uma forma de corromper os anúncios originais, que eram muito ternos, natalícios e carinhosos", declarou. "É Natal na mesma, mas a mensagem que se quer passar é, diga-se o que se disser, a Worten tem excelentes condições para as pessoas. Acho que é isso que está em causa".

Por seu turno, a influencer Madalena Abecasis teve a seu cargo interpretar o papel da "madame" na recriação do anúncio. "Estou muito contente com este convite da Worten. Acho que tem tudo a ver comigo e muito diferente do original. É mais madame Natal" disse.

Também o humor que RAP imprime no seu trabalho faz, segundo a influencer digital, com que tudo fique muito engraçado. "Acho muito giro recriar este momento icónico na memória das pessoas e ao fazer este twist e acredito que as pessoas vão gostar muito", para além de "apelar ainda mais aos clientes, já que campanhas deles são sempre ótimas, nesta altura".

Realizar anúncios da Worten era uma ambição que Augusto Fraga tinha há vários anos. E esta campanha acabou por ser a conjugação perfeita. "Se por um lado queremos a história original, pelo outro há uma história Worten de humor 2022. Para nós é importante o reconhecimento e que não se perca o ADN da marca: o lado do humor, da tecnologia e mais moderno", revela o realizador. "Estamos a tentar fazer um update de como se contava essas histórias, mas sem perder a ligação que o espetador reconheça a inspiração de uma história clássica portuguesa", explica, afirmando a sua satisfação em estar a trabalhar com a marca. "Espero que seja mútuo."

A campanha de Natal foi imaginada pela agência de publicidade Fuel, tal como todas as campanhas anteriores, há mais de uma década. Para João Madeira, co-CEO da Fuel e diretor criativo, para esta campanha "ter o Ricardo era mandatório só que para este Natal não íamos falar só das categorias da worten.pt e sim de tudo o que a Worten tem". "A grande diferença é que agora vamos mesmo falar de "tudo e mais não sei o quê" e vamos tirar o Ricardo do ambiente digital, onde tem estado. A partir daqui é uma campanha divertida de se fazer, quer por ele, quer pela temática. Até foi relativamente fácil de engendrar e muito divertida", reforça.

Mais Notícias

Veja Também

Outros Conteúdos GMG