Sporting reforça capital em 83,57 milhões de euros

A SAD leonina concluiu a conversão de duas linhas de Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis (VMOC) em ações, aumentando o capital social para 150 milhões de euros.

Dinheiro Vivo
Frederico Varandas, presidente do Sporting © Carlos Vidigal Jr. / Global Imagens

O Sporting aumentou o capital em 83,57 milhões de euros para 150 milhões depois de converter duas emissões de Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis (VMOC) em ações, comunicou esta quinta-feira a SAD leonina à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

No final de julho foi pedida a conversão antecipada dos VMOC VALORES SPORTING 2010 no valor de 27,57 milhões de euros dos VMOC VALORES SPORTING 2014 no montante de 56 milhões de euros, o que permitiu um reforço do capital em 83,57 milhões de euros.

"Em resultado da conversão dos VALORES SPORTING 2010 e dos VALORES SPORTING 2014 em ações da Sporting SAD, o capital social da Sociedade passou a ser de 150.571.872 euros, representado por 150.571.872 ações, estando já concluído o registo do aumento de capital social junto da competente conservatória do registo comercial", segundo o comunicado da CMVM.

Estes títulos VMOC tinham sido detidos pelo BCP e recomprados pelo clube de Alvalade em março deste ano, pagando 16,8 cêntimos por cada título, num total de cerca de dez milhões. Na altura, o banco justificou que tomou opção de vender os títulos para minimizar perdas: "O Millennium BCP tornou público há vários anos que ia sair do financiamento aos clubes de futebol. No final de 2021, apenas mantínhamos a exposição ao Sporting. Esses ativos, créditos, VMOC e todas as exposições passíveis de serem alienados foram colocados em mercado junto de investidores institucionais num processo estruturado, que permitiu definir o preço que minimiza as perdas do Millennium BCP".

Mais Notícias

Veja Também

Outros Conteúdos GMG