TAP espera aprovação do plano de reestruturação até ao Natal

Companhia aérea está a implementar o plano em todas as áreas, embora ainda aguarde a decisão final da Comissão Europeia.

Sónia Santos Pereira
 © Fábio Poço/Global Imagens

A TAP espera que a Comissão Europeia aprove o plano de reestruturação antes do final do ano. Seria "uma prenda de Natal para a TAP", disse esta quinta-feira Silvia Mosquera, CCRO da companhia área portuguesa, no 46º Congresso da Associação Portuguesa das Agências de Viagem e Turismo (APAV), que está a decorrer em Aveiro.

"Nós estamos a implementar o plano em todas as áreas, mas precisamos da aprovação para saber que é este o plano", afirmou. O foco é "melhorar as vendas e a experiência ao cliente, reduzindo custos".

A responsável aproveitou o momento para anunciar que a TAP decidiu apostar numa maior flexibilidade nas reservas, como forma de responder aos clientes, numa altura em que a Europa enfrenta a nova variante da covid, a Ómicron.

Segundo adiantou Silvia Mosquera, desde ontem (1 de dezembro), os clientes podem alterar as suas reservas sem custos. "As tarifas são agora 100% flexíveis", frisou. A nova variante, que já obrigou a transportadora portuguesa a cancelar voos com Marrocos e Moçambique, chegou numa altura em que a capacidade da companhia estava a 80% face aos níveis de 2019.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG