Greve dos motoristas

António Costa: Fim da “crise energética” a partir da meia-noite

Primeiro-Ministro, António Costa (Pedro Granadeiro / Global Imagens)
Primeiro-Ministro, António Costa (Pedro Granadeiro / Global Imagens)

Limite de abastecimento passa de 15 litros para 25 litros a partir desta segunda-feira, anunciou primeiro-ministro.

A “crise energética” em Portugal vai terminar a partir da meia-noite. O anúncio foi feito esta segunda-feira pelo primeiro-ministro, após a visita à ENSE – Entidade Nacional para o Sector Energético. Também foi anunciado o aumento do limite de abastecimento nos postos da rede REPA de 15 litros para 25 litros. Esta rede de emergência será extinta às 10 horas de terça-feira.

Ainda assim, o chefe de Governo estima que serão necessários “dois ou três dias para retomar a normalidade” no abastecimento de combustíveis em todo o país.

Estas decisões serão formalizadas através de um Conselho de Ministros extraordinário, marcado para as 9 horas, e que irá decorrer de forma eletrónica, anunciou o primeiro-ministro aos jornalistas. O Conselho de Ministros de 9 de agosto tinha determinado o fim da “crise energética” para as 23h59 de 21 de agosto.

A greve dos motoristas de transporte de matérias perigosas foi desconvocada no domingo, dia 18, depois de um plenário do SNMMP, o sindicato que representa estes trabalhadores. Na terça-feira à tarde, serão iniciadas as negociações com a associação de empresas deste sector, a ANTRAM.

(Notícia atualizada às 8h47 com mais informação)

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
(Orlando Almeida / Global Imagens)

Metro de Lisboa investe 114 milhões em novos comboios e sinalização

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas. (Fotografia: Global Imagens)

Governo confirma que está a estudar juntar aeroporto civil à base de Monte Real

Foto: D.R.

“Efeitos definitivos”. Isabel dos Santos sai da Efacec

António Costa: Fim da “crise energética” a partir da meia-noite