Energia

António Vitorino renuncia a cargos na EDP

( Gustavo Bom / Global Imagens )
( Gustavo Bom / Global Imagens )

O advogado António Vitorino renunciou ao cargo de presidente da mesa da assembleia-geral da EDP e de membro do Conselho Geral e de Supervisão, anunciou hoje ao mercado a energética.

“A EDP — Energias de Portugal vem informar o mercado e o público em geral de que o Dr. António Manuel de Carvalho Ferreira Vitorino apresentou a sua renúncia ao cargo de presidente da mesa da assembleia geral e, por inerência estatuária, de membro do Conselho Geral e de Supervisão da EDP”, lê-se no comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Em 31 de julho, o antigo eurodeputado já havia renunciado ao cargo de vogal no Conselho de Administração do Banco Santander Totta.

Em 29 de junho, António Vitorino foi eleito diretor-geral da Organização Internacional das Migrações (OIM) por aclamação.

O candidato português venceu as três primeiras rondas de votação, tendo passado à quarta com a candidata costa-riquenha, Laura Thompson.

Natural de Lisboa, António Vitorino, 61 anos, desempenhou também funções como deputado socialista, advogado, consultor empresarial, professor e comentador.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Estado ‘devolve’ em deduções 60% do Adicional ao IMI que cobra

Amoreira Óbidos

Espanha desapareceu do mapa e França descobriu o velho oeste português

António Mexia  (EDP) durante a cerimonia de assinatura de financiamento por parte do Banco Europeu de Investimento (BEI) da Windfloat Atlantic. Um projecto de aproveitamento do movimento eólico no mar ao largo de Viana do Castelo.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

EDP quer exportar tecnologia do maior parque eólico flutuante do mundo

Outros conteúdos GMG
António Vitorino renuncia a cargos na EDP