Apenas 12,2% dos turistas escolheram alojamento local

A escolha da grande maioria dos 21,3 milhões de turistas que visitam Portugal no ano passado continuou a ser o alojamento tradicional

Hotéis, aparthotéis, pousadas e apartamentos turísticos foram a escolha da grande maioria dos turistas que visitaram Portugal no ano passado, mostram as Estatísticas do Turismo.

As contas são simples: dos 21,3 milhões de turistas que chegaram a Portugal, 84,2% escolheram a hotelaria para se hospedarem. Os hotéis representaram, por sua vez, 86,5% das dormidas, ou seja, 51,4 milhões de dormidas. A estada média foi de 2,86 noites.

A procura pela hotelaria acelerou face a 2015 - em linha com o aumento da procura por Portugal como destino de férias - o que justificou um crescimento em torno dos 11% tanto para hóspedes como para dormidas em hotéis.

O alojamento local ainda é escolha para uma fatia minoritária dos turistas, mas está a crescer acima dos hotéis. No ano passado, o número de dormidas (6,3 milhões) avançou quase 20% e o número de hóspedes cresceu 13,3%.

O INE mostra assim, que os alojamentos temporários foram escolhidos por 12,2% dos turistas nacionais e estrangeiros que procuraram Portugal, o que representou 10,6% das dormidas registadas.

Os números, no entanto, podem pecar por defeito, já que o INE contabiliza apenas uma oferta de AL de 1831 estabelecimentos, enquanto o Registo Nacional de Alojamento Local (RNAL) aponta para quase 50 mil unidades legalizadas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de