Tecnologia

Apple compra uma empresa a cada três semanas

Tim Cook,  CEO da Apple. Fotografia: DR
Tim Cook, CEO da Apple. Fotografia: DR

Warren Buffett, um dos mais conhecidos investidores do mundo, tem uma participação na Apple. Tim Cook acredita que a aposta de Buffett na empresa mostra que este acredita que a fabricante do iPhone é uma companhia de produtos de consumo.

As startups são empresas inovadoras que, habitualmente, têm produtos disruptivos para segmentos de negócio. Têm, por isso, muitas vezes crescimentos muito acelerados. E são também apetecíveis para as grandes empresas que, ao comprá-las, têm acesso à sua tecnologia e conhecimento por um preço, por vezes, mais baixo do que se tivessem de desenvolver a mesma tecnologia dentro da própria empresa.

A Apple é uma das empresas que tem um estilo de compras agressivo. Tim Cook, CEO da tecnológica, deu uma entrevista à CNBC na qual admite que a fabricante do iPhone compra uma empresa a cada duas, três semanas, em média. Só nos últimos seis meses, disse, a empresa da maçã adquiriu 20 a 25 companhias.

A maioria destes negócios não são tornados públicos, explica agora o sucessor de Steve Jobs, porque as empresas são pequenas e a Apple “está sobretudo à procura de talento e de propriedade intelectual”. Tim Cook, na entrevista, indicou ainda que depois de ter investido cerca de mil milhões de euros num campus em Austin, no Texas, a empresa quer prestar agora mais atenção e apostar em outras coisas.

“Se sobrar dinheiro, podemos ver o que é que podemos fazer mais”, disse. “Compramos tudo o que precisamos e que se possa enquadrar e que tenha um objetivo estratégico. Compramos uma empresa, em média, a cada duas, três semanas”, admitiu.

Buffett mantém posição na Apple

Warren Buffett é um dos mais conhecidos investidores do mundo. Líder da Berkshire Hathaway, Buffett deixou claro nos últimos dias que pretende manter a posição que tem a empresa da maçã. Tim Cook vê esta aposta como um sinal de que Buffett considera que a Apple não é uma empresa tecnológica mas uma companhia de produtos de consumo.

Warren Buffett “tem sido muito claro; não investe em empresas de tecnologia e em empresas que não entende. Ele tem sido totalmente claro sobre isso. E claramente ele vê a Apple como uma empresa de [produtos] de consumo”, disse Tim Cook, à CNBC

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

LUÍS FORRA/LUSA

Dia 7. Patrões e motoristas divididos por 50 euros

FOTO: TIAGO PETINGA/LUSA

Greve dos motoristas: atenções voltadas para plenário de trabalhadores

Outros conteúdos GMG
Apple compra uma empresa a cada três semanas