Tecnologia

Apple tem mais de 500 milhões para comprar jogos de vídeo

(REUTERS/Arnd Wiegmann)
(REUTERS/Arnd Wiegmann)

Tecnológica estará mesmo a oferecer aos criadores de jogos um incentivo extra se concordarem em lançar o jogo em exclusivo no Apple Arcade.

A Apple prepara-se para gastar mais de 500 milhões de dólares (442 milhões de euros) na compra de mais de 100 jogos de vídeo. Este será o preço a pagar para que a tecnológica norte-americana consiga ter conteúdos exclusivos no serviço de subscrição Arcade, que começará a ser lançado até ao final deste ano e que vai concorrer diretamente com o Google Stadia. No arranque, a Apple pretende ter mais de 100 jogos no novo serviço de subscrição.

Este montante corresponde a metade do valor que a Apple terá tido disponível para a criação de conteúdos para o serviço de subscrição de televisão TV+, adiantam este domingo fontes ligadas ao processo ao Financial Times.

A tecnológica norte-americana estará mesmo a oferecer aos criadores de jogos um incentivo extra se concordarem em lançar o jogo em exclusivo no Apple Arcade. Ainda assim, os criadores poderão, mais tarde, lançar estes conteúdos nas consolas Switch (Nintendo) ou PlayStation (Sony) ou até mesmo para os computadores.

O serviço Arcade foi apresentado no final de março e disponibilizará jogos no iPhone, iPad, Macbook e também através da Apple TV. Além do serviço por subscrição, os jogos também poderão ser utilizados mesmo que não haja ligação à internet.

O serviço chega este outono, com 150 países no mapa da Apple Arcade, sem especificar, por enquanto, se Portugal está neste mapa ou não. Tal como o serviço Apple News+, também este serviço poderá ser partilhado com os membros da família.

Por enquanto, ainda não se sabe quanto custará a subscrição do serviço Apple Arcade. Ainda assim, calcula-se que a mensalidade poderá ser de 12,99 dólares (11,5 euros), segundo os cálculos do banco de investimento HSBC. Com este preço, o Apple Arcade poderá gerar receitas de 370 milhões de dólares em 2020; dois anos depois, este montante deverá atingir os 2,7 mil milhões de dólares; em 2024, as receitas com este serviço poderão atingir os 4,5 mil milhões de dólares.

A Apple está a virar-se cada vez mais para os serviços de subscrição: no mesmo dia em que apresentou o Arcade, a empresa anunciou um serviço de acesso a notícias de 300 jornais e revistas.

Para compreender melhor a mudança de rumo da Apple pode ler este artigo: Apple em crise já quer amigos e aposta tudo nos serviços.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Foto: DR

Parpública avança com venda dos terrenos da antiga Lisnave

O ministro das Finanças, Mário Centeno, durante o debate sobre o Programa de Estabilidade e Programa Nacional de Reformas, na Assembleia da República, em Lisboa, 24 de abril de 2019. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Excedente orçamental de 884 milhões no primeiro trimestre

Filas de táxis nas chegadas do Aeroporto Humberto Delgado em Lisboa. (Filipa Bernardo / Global Imagens)

Táxis: Câmara de Lisboa quer tarifa única para aeroporto

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Apple tem mais de 500 milhões para comprar jogos de vídeo