negócios

Grupo português investe 80 milhões na compra da Toys “R” Us Iberia

LEONARDO NEGRAO /Global Imagens
LEONARDO NEGRAO /Global Imagens

O negócio dos brinquedos vai continuar a operar em Portugal e em Espanha, com a manutenção de todas as lojas e "quase todos os postos de trabalho".

Entre a aquisição e o investimento no negócio, a operação de compra da Toys “R” Us Iberia, anunciada esta segunda-feira, representa um investimento de “cerca de 80 milhões de euros, em quatro anos”, revelou fonte oficial da marca ao Dinheiro Vivo.

A Toys “R” Us Iberia foi adquirida pela Green Swan, com 60% do capital, uma sociedade portuguesa representada por Paulo Andrez, e pela Equipa de Gestão, com 40%. “Tanto Paulo Andrez como os demais acionistas da Green Swan são “business angels” com larga experiência na participação de empresas em Portugal e noutros países. Esta experiência foi definitiva, o que permitiu concluir com sucesso a complexa operação de aquisição da Toys “R” Us Iberia”.

“Os planos de negócios que serão implementadas para garantir o crescimento da empresa estão perfeitamente desenhados e traçados e foram trabalhados intensamente nos últimos meses, daí que esta aquisição tenha sido possível”, referiu a mesma fonte.

O negócio dos brinquedos vai continuar a operar em Portugal e em Espanha, com a manutenção de todas as lojas e “quase todos os postos de trabalho”.

Quanto à abertura de novas lojas, a marca adiantou que vai apostar num modelo de proximidade, com lojas mais pequenas, que podem estar no centro de grandes cidades ou em cidades menores, onde o conceito de grande loja, com cerca de 3.000 metros quadrados como até agora, não era possível”.

Em setembro, abrirá uma nova loja na capital espanhola. Quanto a Portugal, a Toys “R” Us Iberia não adiantou qualquer informação. “Se ocorrer algum encerramento de loja, será o resultado do curso normal dos negócios, isto é, que o desempenho do mesmo não é esperado. Nesses casos, uma realocação da loja poderá ser feita para um local outro local, melhor”, acrescentou.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno (D), durante o debate parlamentar de discussão na generalidade do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020), esta tarde na Assembleia da República, em Lisboa, 09 de janeiro de 2020. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Subida do PIB em 2019 chega aos 2,2% com revisão nas exportações de serviços

Foto - Leonardo Negrao

Deco: seguros de saúde não cobrem coronavírus, seguros de vida sim

Foto: D.R.

Easyjet. Ligações de Portugal com Itália não serão afetadas, por enquanto

Grupo português investe 80 milhões na compra da Toys “R” Us Iberia