negócios

Grupo português investe 80 milhões na compra da Toys “R” Us Iberia

LEONARDO NEGRAO /Global Imagens
LEONARDO NEGRAO /Global Imagens

O negócio dos brinquedos vai continuar a operar em Portugal e em Espanha, com a manutenção de todas as lojas e "quase todos os postos de trabalho".

Entre a aquisição e o investimento no negócio, a operação de compra da Toys “R” Us Iberia, anunciada esta segunda-feira, representa um investimento de “cerca de 80 milhões de euros, em quatro anos”, revelou fonte oficial da marca ao Dinheiro Vivo.

A Toys “R” Us Iberia foi adquirida pela Green Swan, com 60% do capital, uma sociedade portuguesa representada por Paulo Andrez, e pela Equipa de Gestão, com 40%. “Tanto Paulo Andrez como os demais acionistas da Green Swan são “business angels” com larga experiência na participação de empresas em Portugal e noutros países. Esta experiência foi definitiva, o que permitiu concluir com sucesso a complexa operação de aquisição da Toys “R” Us Iberia”.

“Os planos de negócios que serão implementadas para garantir o crescimento da empresa estão perfeitamente desenhados e traçados e foram trabalhados intensamente nos últimos meses, daí que esta aquisição tenha sido possível”, referiu a mesma fonte.

O negócio dos brinquedos vai continuar a operar em Portugal e em Espanha, com a manutenção de todas as lojas e “quase todos os postos de trabalho”.

Quanto à abertura de novas lojas, a marca adiantou que vai apostar num modelo de proximidade, com lojas mais pequenas, que podem estar no centro de grandes cidades ou em cidades menores, onde o conceito de grande loja, com cerca de 3.000 metros quadrados como até agora, não era possível”.

Em setembro, abrirá uma nova loja na capital espanhola. Quanto a Portugal, a Toys “R” Us Iberia não adiantou qualquer informação. “Se ocorrer algum encerramento de loja, será o resultado do curso normal dos negócios, isto é, que o desempenho do mesmo não é esperado. Nesses casos, uma realocação da loja poderá ser feita para um local outro local, melhor”, acrescentou.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
lisboa

Balcão dos despejos recebeu 294 pedidos por mês. São menos 44 do que em 2017

www.dinheirovivo.ptcombustiveis-7-1-1bb026ceb7a816266a2de2967749df8fd8ec068c-34e8f5d94c782fb8aeedef4aac66cd8f0db5ac96

Combustíveis descem há seis semanas, mas estão mais caros do que em janeiro

Tomás Correia, preside a Associação Mutualista Montepio, dona do Caixa Económica

Montepio: Líder da mutualista diz que processos não impedem nova liderança

Outros conteúdos GMG
Grupo português investe 80 milhões na compra da Toys “R” Us Iberia