Arrow Global entra no negócio da reestruturação de empresas

À Whitestar e Norfin o grupo Arrow vai juntar, a partir de janeiro do próximo ano, uma terceira empresa em Portugal. Será liderada por Paulo Barradas.

Presente em Portugal através da Whitestar e Norfin, o grupo Arrow Global vai lançar, em janeiro de 2022, mais uma empresa em território nacional, desta vez especializada em reestruturação de empresas. A nova unidade, ainda sem nome, será liderada por Paulo Barradas, que ocupa agora o cargo de chief transaction officer da Norfin. O futuro CEO da nova aposta da Arrow Global no nosso país explica, em comunicado enviado às redações, que "existem oportunidades significativas e crescentes no mercado português e é por isso que a experiência da Arrow nos deixa bem posicionados para oferecer bons retornos aos investidores, ajudando também na reestruturação destas empresas. Por outro lado, apoiamos ainda os bancos, que têm essas dívidas nos seus balanços e cuja missão não passa por reestruturar empresas".

O objetivo da nova operação é pegar em empresas em dificuldades mas com viabilidade económica, comprar-lhes as dívidas e reestruturá-las. A aquisição das dívidas será financiada pelo fundo da Arrow e outros investidores institucionais.

O grupo avança ainda que se associam a este novo projeto Pedro Ruas, como senior advisor, que conta com 25 anos de experiência acumulada na área de M&A, André David Nunes, chief information officer da Arrow em Portugal e João Bugalho, country manager da grupo no país e CEO da Whitestar.

"O lançamento desta vertical de negócio é mais um passo no processo, encetado com a aquisição da Norfin em 2018, na altura para endereçar o mercado de gestão de ativos imobiliários, de alargar a intervenção do grupo Arrow Global a um segmento de atividade que tem um peso crescente e muito relevante no balanço dos bancos", reforça João Bugalho.

A Whitestar e a Norfin gerem, em conjunto, cerca de 12 mil milhões de euros em ativos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de