Ativos do Grupo Espírito Santo apenas cobrem 2,6% das dívidas

Credores já reclamaram 11,5 mil milhões ao antigo império liderado por Ricardo Salgado. Ativos apenas valem 300 milhões de euros.

Os ativos do Grupo Espírito Santo (GES) apenas cobrem 2,6% das dívidas reclamadas pelos credores. Quase sete anos depois da resolução que criou o Novo Banco, os bens das empresas do GES apenas valem 300 milhões de euros; os créditos ascendem a 11,5 mil milhões de euros.

Segundo o semanário Expresso desta sexta-feira, o valor corresponde aos ativos depositados pelas holdings do grupo: Espírito Santo Control, Espírito Santo Internacional e Rioforte.

Com os membros da família Espírito Santo como acionistas, a Espírito Santo Control não tem qualquer verba depositada apesar das reclamações de 267 milhões de euros. Na Espírito Santo Internacional, há 150 milhões de euros de ativos mas os credores reclamam 7,4 mil milhões de euros. Na Rioforte, o valor disponível é de 153 milhões de euros - as reclamações totalizam 3,7 mil milhões de euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de