marca

Auchan arranca com plano para acabar com marca Jumbo e Pão de Açúcar

Jumbo é o mais barato

Uniformização da marca estava prevista para este ano. Auchan vai ser a única marca do retalhista francês nos mercados onde opera

A Auchan Retail já arrancou com o processo de rebranding dos supermercado Jumbo para Auchan no mercado nacional, noticiou o Expresso. A mudança de marca estava prevista para este ano, mas não era conhecida uma data para a sua implementação. Retalhista francês tinha previsto um investimento de 5 milhões de euros para mudança de marca.

O grupo Auchan opera em Portugal com três insígnias, Jumbo, Pão de Açúcar e My Auchan, passando agora, seguindo uma diretiva do grupo francês a nível mundial, o retalhista a concentrar a operação de retalho alimentar na marca Auchan. “É um momento histórico. Desde a compra do Pão de Açúcar, em 1996, que a opção vinha a ser estudada. 85% dos nossos clientes conhecem a Auchan, uma marca mais jovem e mais adaptada ao que temos vindo a fazer”, justificou o ano passado Pedro Cid, diretor-geral da Auchan Retail Portugal, num encontro com jornalistas.

A mudança de marca faz parte de um plano de investimento de 90 milhões a dois anos (2018-2019) para abertura de lojas, dos quais entre 40 a 50 milhões para a adaptação da Auchan aos novos tempos, entre os quais comércio eletrónico, e onde estão incluídos os cerca de 5 milhões para proceder à mudança de marca.

Este ano o retalhista está a preparar a abertura de um novo hipermercado na Grande Lisboa, bem como apostar nos formatos de ultraproximidade. “Durante o ano 2019 vamos continuar a apostar no formato de ultraproximidade e iremos ainda abrir mais um hipermercado Auchan em Lisboa”, adiantou Ricardo Fonseca, diretor financeiro Auchan Retail Portugal, ao Dinheiro Vivo. Paço de Arcos é a localização escolhida para receber o novo hipermercado da cadeia de retalho alimentar.

Até ao momento não foi possível obter um comentário da empresa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Alexandre Fonseca, presidente da Altice Portugal (Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Altice sobre compra TVI. “Estado perdeu 200 milhões num ano”

Alexandre Fonseca, presidente da Altice Portugal (Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Altice sobre compra TVI. “Estado perdeu 200 milhões num ano”

Combustíveis

Petróleo sobe em flecha. “Não haverá impacto perturbador nas nossas algibeiras”

Outros conteúdos GMG
Auchan arranca com plano para acabar com marca Jumbo e Pão de Açúcar