autoeuropa

Autoeuropa pára produção durante 12 dias por falta de peças

Autoeuropa. (Fotografia: Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens)
Autoeuropa. (Fotografia: Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens)

Fábrica de Palmela é novamente confrontada com falta de peças para motores. Maior interrupção irá ocorrer entre 23 de dezembro e 3 de janeiro.

A Autoeuropa vai parar a produção de automóveis durante 12 dias no espaço de um mês. Em causa está a falta de peças para motores. Devido a esta suspensão, apenas a unidade dedicada às prensas vai funcionar de forma parcial, segundo a informação transmitida na sexta-feira aos trabalhadores. A notícia adiantada pelo Eco já foi confirmada pelo Dinheiro Vivo junto de fonte oficial da Autoeuropa.

A produção será suspensa por três períodos: dia 9 de dezembro, serão cancelados os dois turnos; dia 22 de dezembro será cancelado o turno da tarde; entre 23 de dezembro e 3 de janeiro haverá uma paragem coletiva da montagem de automóveis. “A produção será retomada no turno da noite do dia 4 de janeiro”, refere a nota enviada aos trabalhadores.

Estas paragens serão registadas como férias coletivas (24 e 31 de dezembro, 2 e 3 de janeiro) e como dias sem produção (9, 22, 23, 26, 27, 28, 29 e 30 de dezembro).

A falta de peças para a produção de automóveis tem condicionado a produção da Autoeuropa ao longo de 2018: já houve vários dias de não produção por falta de componentes para assegurar a montagem de veículos.

Nas últimas semanas, a fábrica de Palmela também tem tido dificuldades para exportar os automóveis produzidos: com o Porto de Setúbal parado devido ao protestos dos estivadores eventuais, a Autoeuropa tem usado os portos de Leixões, Vigo e Santander (estes dois em Espanha) para escoar os veículos produzidos. Devido à acumulação de automóveis em Setúbal, a fábrica teve de prolongar o uso da Base Aérea do Montijo para estacionar milhares de automóveis que aguardam exportação.

No início do ano, a Autoeuropa fixou como objetivo para 2018 a produção de 240 mil automóveis, o maior número de sempre, graças à aceleração da produção do SUV T-Roc.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Fábio Poço/Global Imagens)

Alojamento Local. Há 11 desistências por dia desde que nova lei entrou em vigor

Fotografia: Regis Duvignau / Reuters

Clandestinidade preocupa sindicato da construção

Fotografia: REUTERS/Juan Medina

Extensão do prazo da OPA ao Dia faz parar operações de venda do grupo

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Autoeuropa pára produção durante 12 dias por falta de peças