Investimento

Avon em negociações para vender operação nos EUA

A vendedora da Avon foi estrela nos anos 50 e 60. Com menos vendedora porta a porta, esta marca de cosmética perdeu, nos EUA, 147 milhões de dólares no 1.º trimestre do ano. Em Portugal, este trabalho tem sido uma solução para o desemprego.
A vendedora da Avon foi estrela nos anos 50 e 60. Com menos vendedora porta a porta, esta marca de cosmética perdeu, nos EUA, 147 milhões de dólares no 1.º trimestre do ano. Em Portugal, este trabalho tem sido uma solução para o desemprego.

Avon precisa de uma injecção de capital. Estará em negociações com o fundo nova-iorquino Cerberus Capital Management.

A Avon está em negociações para vender a sua operação nos Estados Unidos ao Cerberus Capital Management, injetando capital líquido que a empresa de venda por catálogo bem necessita, noticiou a Reuters com base em fontes próximas do processo. Até ao final de setembro, a Avon tinha 587 milhões de dólares em cash disponível.

O fundo nova iorquino iria ficar igualmente com uma posição na Avon, que tem uma capitalização bolsista de cerca de 1,6 mil milhões de dólares e uma dívida de longo prazo a rondar os 2,2 mil milhões, segundo fontes ouvidas pela agência noticiosa.

O Barington Capital Group, entretanto, passou a deter uma posição de 2,8% e, segundo a Reuters, o fundo poderá opor-se a um acordo com a Cerberus que avalie a empresa de venda porta-a-porta pelo seu atual valor.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
coronavirus lay-off trabalho emprego desemprego

Empresas com quebras de 25% vão poder pedir apoio à retoma

Balcão da ADSE na Praça de Londres em Lisboa.

( Jorge Amaral/Global Imagens )

ADSE quer 56 milhões do Orçamento do Estado por gastos com isentos

Fotografia: Miguel Pereira / Global Imagens

Quase 42 mil empresas recorreram a apoios que substituíram lay-off simplificado

Avon em negociações para vender operação nos EUA