Banca em Espanha: Santander e CaixaBank cortam empregos

Bancos continuam a apostar nos despedimentos para reduzir os custos

O Santander e o CaixaBank estão a preparar mais despedimentos no mercado espanhol, adianta esta sexta-feira a imprensa espanhola. No CaixaBank vai ser lançado um novo programa de pré-reformas para 510 trabalhadores enquanto no Santander vai haver mais 470 despedimentos, desta vez nos serviços centrais.

Esta é a segunda vez esta semana que o Santander anuncia despedimentos, desta vez nos serviços centrais, no âmbito de um plano de reorganização das unidades de gestão e de supervisão. Além dos 470 trabalhadores destes serviços, o banco liderado por Ana Botín prepara-se para despedir 1200 trabalhadores, que resultam do fecho de 450 balcões de pequena dimensão.

Leia aqui: Banca do futuro. Vamos deixar de ir ao Multibanco para pagar contas

Até ao final de 2016, o banco espanhol quer 350 balcões adaptados aos novos tempos, com serviços multicanal, o que vai implicar o investimento em nova tecnologia. A meta é até um terço dos 3 mil balcões espanhóis contem com esta modalidade nos próximos 3 anos.

Ainda em Espanha, o CEO do BBVA disse que este banco vai cortar, a longo prazo, 75% dos balcões por causa dos efeitos das fintech, as startups tecnológicas, que estão a levar a fortes transformações nos serviços financeiros.

 

 

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de