Banco CTT capta 33,6 milhões em depósitos em mês e meio

Banco liderado por Luís Pereira Coutinho vai abrir mais 50 novas lojas até 15 de julho, dentro do plano definido em novembro.

O Banco CTT captou mais de 33 milhões de euros em depósitos em cerca de mês e meio, segundo a informação divulgada na CMVM com o novo calendário de abertura de balcões.

O banco vai abrir mais 50 balcões entre 9 de junho e 15 de julho, segundo o comunicado divulgado na CMVM, chegando a essa data com 102 balcões.

"Esta segunda fase de abertura encontra-se em linha com a programa de abertura do Banco CTT no sentido de atingir 200 agências até ao final de 2016.

Até 31 de maio de 2016, ou seja, em cerca de mês e meio, o Banco CTT registou a abertura de "mais de 13 mil contas", tendo "captado 33,6 milhões de euros em depósitos".

A primeira fase do banco arrancou a 18 de março com 52 balcões.

Até ao final de março, ou seja, em apenas nove dias, o banco tinha captado cerca de cinco milhões de euros em depósitos e registado a abertura de mais de duas mil contas, o que corresponde a 4,5 contas por dia, e captou cerca de cinco milhões de euros em depósitos.

O objetivo em três anos é chegar a 600 balcões, com um ritmo de abertura de cerca de 200 lojas por ano. No final de 2016 espera-se chegar às 200 lojas, em 2017 às 400 e às 604, a totalidade da rede de balcões, em 2018.

A perspetiva é que, em 10 anos, o banco consiga chegar a uma quota de mercado entre 7,5% e 10% nas contas correntes, entre 3% e 4% nos depósitos , entre 2% e 3% nas hipotecas e até 1% no crédito ao consumo.

O 'break even' será alcançado ao final destes três anos sem considerar os custos partilhados entre o banco e os CTT. Em cinco anos o valor de investimento previsto é de 170 milhões de euros.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de