Banco Sabadell vai abandonar o Millennium bcp

É mais uma alteração histórica na estrutura do BCP: Depois da Sonangol perder a maioria do capital, agora sai um parceiro de vários anos

O grupo espanhol Sabadell está decidido a sair do capital do Millennium bcp, segundo avança a agência Bloomberg. A decisão de vender a participação surgiu depois da chinesa Fosun ter tomado a posição de maior acionista do banco liderado por Nuno Amado.

Presente no capital do BCP há quase duas décadas, a decisão do banco espanhol marca mais uma alteração histórica na estrutura acionista do banco: depois de a Sonangol ter deixado de ser o maior acionista do banco ao fim de oito anos, agora é a vez da saída de um parceiro de longa data do Millennium.

O aumento de capital exclusivo subscrito pela Fosun obrigou ao esmagamento das restantes participações acionistas no BCP, para abrir espaço para a fatia de 16,7% tomada pelos chineses. Este esmagamento fez com que o Sabadell passasse de 5,07% para pouco mais de 4%, participação que procura agora vender - ainda que possa manter um punhado de ações consigo.

A Bloomberg não avança com quaisquer detalhes sobre o possível comprador desta participação.

Conforme recorda o "Negócios", esta operação surge antes da assembleia-geral do BCP que vai votar a subida da fasquia máxima de votos de um só acionista, de 20% para 30%.

Tanto a Fosun como a Sonangol já demonstraram interesse em eventualmente aumentar as participações no banco para patamares acima dos 20%.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de