Bankinter chega a Portugal com lucro recorde

O banco espanhol que assume o controlo do Barclays em Portugal a 4 de abril anuncia uma subida de 36,2% dos resultados líquidos.

O Bankinter acaba de apresentar um lucro recorde de 375,9 milhões de euros em 2015, o que representa uma subida de 36,3% face ao ano anterior. “Trata-se do maior nível de lucros obtidos até agora pelo banco, originados na sua maioria no negócio recorrente de clientes e além disso, no ano em que se festeja o 50º aniversário da fundação da entidade”, explica a instituição em comunicado.

Os resultados apresentados pelo Grupo Bankinter no fecho de 2015 são explicados pela melhoria de todas as margens. “Apesar da situação atual de taxas baixas, a margem de juros do Bankinter mostra-se resistente e cresce, no fecho do exercício, 15,1% em relação a 2014, até alcançar os 869,5 milhões de euros, apoiado em maiores volumes e numa redução no custo dos recursos”.

Esta tendência de crescimento é especialmente significativa nos negócios em que o banco espanhol tem apostado: banca privada ou a de empresa. Os segmentos mais recentes, como banca pessoal e o financiamento ao consumo também têm sinais positivos.

O banco que estará operacional no mercado português a 4 de abril, na sequência da compra do Barclays em setembro, destaca a qualidade de ativos e nível de solvência. A taxa de incumprimento recuou pelo sétimo trimestre consecutivo, até a situar em 4,1% no final de 2015. O valor bruto da carteira de imóveis totaliza 531,3 milhões de euros, com uma cobertura de 40,1%.

No que se refere à solvência, o Bankinter tem um rácio de capital CET1 de 11,6%, acima das exigências reguladoras. No balanço, fechou o ano passado com ativos totais de 58.659,8 milhões de euros, 2,3% acima de 2014.

O volume total de crédito a clientes volta a crescer em termos líquidos pelo segundo ano consecutivo para 44.182,6 milhões de euros, mais 4,1% que há um ano. Por sua vez, os recursos cresceram 17,8% para aos 65.317,5 milhões de euros.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de