Prémio Inovação NOS

Barcelcom distinguida por criar roupa terapêutica

A carregar player...
Barcelcom distinguida por criar roupa terapêutica

Têxtil de Barcelos é considerada uma das 40 empresas europeias mais inovadoras do setor. Cria peças de roupa para a área médica e desportiva.

As peças de roupa com capacidade de eletroestimulação valeram à Barcelcom Têxteis o prémio Inovação NOS, na categoria de Pequenas e Médias Empresas.
A empresa, nascida em 1921, em Barcelos, deu um salto a nível de inovação tecnológica no início do século XXI. A sua mais recente tecnologia, agora distinguida, consistiu no desenvolvimento de peças de roupa, como peúgas, mangas e tubos de malha, com fibras condutoras flexíveis que têm capacidade de eletroestimulação. Podem, desta forma, ajudar no tratamento de entorses, contraturas musculares, estiramentos ou tendinites.

Os elétrodos encontram-se no interior da peça, o que permitem que as pessoas possam beneficiar da ação terapêutica enquanto desempenham tarefas normais do dia-a-dia. A inovação vai ser apresentada a 18 de julho, no Porto, devendo os produtos chegar ao mercado em outubro.
Mas este é apenas um dos muitos produtos que a Barcelcom, considerada uma das 40 empresas mais inovadoras da Europa no setor têxtil, tem produzido para o setor médico, de bem-estar e desporto.
Gaspar Sousa Coutinho, administrador e neto do fundador, explica que a inovação é a chave do sucesso. “ Se não inovássemos e déssemos um salto tecnológico, morreríamos. Deixamos de ser produtores de meias e passamos a ser fabricantes de tubos de compressão”, explica.

A empresa produz produtos de compressão graduada para diversas marcas a nível mundial e tem as suas próprias marcas. Exporta cerca de 90% da sua produção. As meias e mangas produzidas pelos 45 funcionários vão, sobretudo, para o Reino Unido, Dinamarca, Suécia e Noruega. A empresa procura, atualmente, alcançar novos mercados, como a Rússia, Irão, Malásia e Médio Oriente, para que o volume de negócios, na ordem dos 2,2 milhões de euros, continue a crescer.

Entre as diversas tecnologias desenvolvidas e patenteadas pela Barcelcom, destaca-se a BB-Vein, que funciona através da aplicação de um recetor molecular permanente na estrutura da fibra, que retém e liberta, lentamente, agentes farmacológicos como anti-inflamatórios ou analgésicos.
A sua marca Pradex apresenta as mangas para linfedema mais avançadas do mundo, que permitem melhorar a qualidade de vida para quem teve cancro da mama. Outro exemplo são as AntiEmboFit, meias anti embolismo de compressão graduada para prevenir e tratar doenças vasculares.

A Barcelcom consegue fazer produtos “à medida dos problemas” dos clientes e também tem dado passos no “design para tornar os produtos mais atrativos”, acrescenta a administradora Vânia Fontes.
Para este salto tecnológico, a empresa procurou apoio em centros de competência, com destaque para a Universidade do Minho, o CENTI e o Hospital de São João. Estas colaborações, assim como o investimento conseguido com recurso a fundos comunitários, foram “decisivos para o nosso sucesso”, assume Gaspar Sousa Coutinho.

“O sedentarismo e hábitos de estilo de vida atuais levam a que estes produtos sejam cada vez mais necessários e o mercado esteja em crescimento”, afiança Gaspar Sousa Coutinho. O mercado de têxteis técnicos para a saúde está estimado em 200 mil milhões de dólares e deverá crescer de forma exponencial nos próximos anos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças e presidente do Eurogrupo, Mário Centeno. 
(ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA)

Défice encolhe para os 576 milhões de euros até agosto

Pedro Marques, ministro do Planeamento e das Infraestruturas. Fotografia: Sara Matos / Global Imagens

“Não há ninguém condenado” no caso da compra da VEM

TDT

Anacom quer ver resolvidos problemas da TDT antes da migração para 5G

Outros conteúdos GMG
Barcelcom distinguida por criar roupa terapêutica