Bill e Melinda Gates vão divorciar-se e semeiam dúvidas sobre património de 146 mil milhões

Bill Gates fundou a Microsoft e uma parte da sua fortuna está associada à tecnológica. Nos últimos anos, Bill e Melinda Gates são dois dos filantropos mais conhecidos, advogando por causas como as mudanças climáticas.

Bill e Melinda Gates vão divorciar-se. Após uma união de 27 anos, o casal decidiu avançar com a separação, tendo já dado início aos procedimentos legais para esse efeito. Bill e Melinda Gates são duas das personalidades mais ricas do mundo, dedicando-se há vários anos a causas filantrópicas, tendo mesmo uma fundação - a Fundação Bill e Melinda Gates.

O património estimado do casal, de acordo com a Bloomberg, ronda os 146 mil milhões de dólares, qualquer coisa como 121 mil milhões de euros. Bill Gates é um dos fundadores da gigante tecnológica Microsoft e daí que advém uma parte da sua fortuna, contudo ao longo dos anos o casal foi ampliando o seu património.

O património líquido do fundador da Microsoft tem origem na gigante tecnológica, mas, e de acordo com a agência de informação financeira, as ações que o bilionário detém da empresa devem representar menos de 20% dos seus ativos. Bill Gates terá deslocado uma parte considerável da sua participação na tecnológica para a fundação ao longo dos anos. Contudo, o montante exato da participação que tem na Microsoft não e divulgado desde que Gates deixou a administração da empresa no ano passado.

O maior ativo de Gates será a Cascade Investment, uma empresa que terá sido criada com os lucros obtidos com a venda de ações da Microsoft e dividendos. Através desta holding, Gates tem interesses em várias áreas como imobiliário, energia e hospitalidade. Além disso, conta com várias participações em empresas públicas.

O comunicado divulgado nas últimas horas sobre o divórcio não dá indicações sobre os planos que têm para a sua fortuna, embora enfatizem que vão continuar a cooperar nas questões de filantropia, segundo a mesma fonte.

"Depois de muita ponderação e muito trabalho na nossa relação, tomámos a decisão de terminar o nosso casamento", indicou o casal num breve comunicado publicado na rede social Twitter. "Criámos três filhos incríveis e construímos uma fundação que trabalha em todo o mundo para permitir que todas as pessoas têm vidas produtivas e saudáveis", acrescentam, citado pela agência de informação.

Tanto Bill como Melinda Gates pretendem manter-se ao comando da fundação que criaram. "Eles vão continuar a trabalhar em conjunto para moldar e aprovar a estratégia da fundação, advogar pelas questões da fundação e determinar a direção da organização", indicou o porta-voz da fundação em comunicado, citado pela Bloomberg.

Após o divórcio de Jeff Bezos e MacKenzie Scott, a separação de Bill e Melinda Gates é a segunda separação inesperada entre os mais ricos do mundo nos últimos anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de