indústria automóvel

BMW Portugal vai chamar quase 2400 carros à revisão

BMW-LOGO-5791088ac1d2d6d97f8d39de0915f69c68bdf589

A BMW vai chamar à revisão em Portugal. Podem estar em risco os motores de 4 e 6 cilindros dos modelos série 3, 4, 5, 6, 7, X3, X4, X5 e X6.

Esta terça-feira, a BMW informou que pretende chamar à revisão 324 mil carros na Europa por elevado risco de incêndio numa avaria nos motores a diesel de 4 e 6 cilindros. Em Portugal, serão chamados à revisão 2.359 veículos BMW, segundo fonte do grupo automóvel confirmou à agência Lusa. O problema foi identificado na Coreia do Sul nos modelos BMW séries 3, 4, 5, 6, 7, X3, X4, X5 e X6.

Este processo não representará nenhum custo para os clientes e o processo deverá demorar entre uma a três horas, adianta a Lusa.

“Estamos a preparar, durante esta semana, toda a documentação para distribuir pela rede concessionária. Os clientes afetados pela ação de chamada vão ser contactados posteriormente pelo respetivo concessionário BMW”, revela o diretor de comunicação da BMW Portugal, João Trincheiras ao Dinheiro Vivo.”Temos que garantir que os concessionários sabem o que fazer nos carros. Temos que fazer um manual de reparação”. João Trincheiras acredita que em Portugal o número de veículos afetados poderá ser significativo, porque os motores diesel de 4 cilindros são dos mais vendidos no país.

“Quando o líquido [glicol] entra em contacto com sedimentos de carbono e óleos, pode tornar-se combustível com as altas temperaturas dos gases de escape. Pode causar derretimento do coletor de admissão e, em casos extremos, originar fogo”, explica João Trincheiras.”Este tipo de ação de chamada é relativamente frequente, não é exclusivo da BMW. Quando a marca deteta que há situações para corrigir. A maior parte são coisas simples que não trazem qualquer risco para o cliente. Neste caso poderá haver maior risco”, alerta.

As ações de chamada às oficinas das concessionárias não têm qualquer custo para os clientes mas só a dimensão do problema poderá ditar o preço final do arranjo.

É difícil adivinhar se o arranjo será simples ou complexo. Antes disso, há alguns passos obrigatórios. Agora é necessário fazer o levantamento dos veículos que poderão estar afetados. Para conseguir identificar os veículos que estão em risco, a BMW tem de identificar os motores, através de códigos, ou esperar que a Alemanha envie a informação detalhada. Posteriormente, é preciso garantir que as oficinas têm as peças necessárias para substituição. Só depois destes procedimentos é que os clientes receberão a chamada para se deslocarem à concessionária BMW onde compraram o veículo.

Por agora resta esperar. Se for um dos veículos afetados, será contactado, seguramente, a partir da próxima semana.

 

Noticia atualizada às 16:19 com informações da agência Lusa sobre o número de veículos que irá ser chamado em Portugal para revisão.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Munique está no primeiro lugar das cidades com maior projeção profissional. (DR)

Turistas portugueses ‘descobriram’ a Alemanha

Mario Draghi, Presidente do Banco Central Europeu. REUTERS/Kai Pfaffenbach

BCE discutiu pacote de medidas para estimular economia na reunião de julho

Hotéis de Lisboa esgotaram

“Grandes” eventos impulsionaram aumento dos preços na hotelaria em junho

Outros conteúdos GMG
BMW Portugal vai chamar quase 2400 carros à revisão