Disney

Bob Iger abandona liderança da Disney

Bob Iger, Bob Chapek, Disney
Bob Iger (esq.) será substituído por Bob Chapek (dir.) que até aqui liderava a área de parques e experiências da Disney. Foto: Business Wire

A decisão tem efeitos imediatos: Bob Iger vai abandonar o cargo de CEO da Disney.

A decisão tem efeitos imediatos: Bob Iger vai abandonar o cargo de CEO da Disney. O executivo será substituído pelo responsável da área de parques e experiências, Bob Chapek.

A decisão foi transmitida ao mercado através de comunicado, onde Bob Iger explicou que se tratou de um bom momento para esta tomada de decisão. “Com o lançamento bem-sucedido de negócios da Disney diretos para o consumidor e a integração da Twenty-First Century Fox já bem implementada, acredito que esta é a melhor altura para fazer a transição para um novo CEO”, afirma Bob Iger, em comunicado.

A saída de Bob Iger do leme da Disney tem efeitos imediatos. Ainda assim, o executivo manter-se-á na empresa enquanto executive chairman, até ao fim do contrato, até dia 31 de dezembro de 2021.

Bob Chapek, que até aqui era responsável pela área de parques e experiências da Disney, assumirá a liderança do império. Chapek será o sétimo CEO da história quase centenária da Disney. Bob Chapek está ligado à empresa há 27 anos.

“Sinto-me incrivelmente honrado e humilde por assumir este cargo de CEO”, indicou Bob Chapek, em comunicado.

Bob Iger assumiu a liderança da Disney há cerca de 15 anos. Entre as vitórias mais recentes, tem o lançamento do serviço de streaming Disney+. Disponível apenas em alguns mercados, a empresa anunciou que atingiu os 28 milhões de subscritores em três meses. Em breve, arrancará o período de expansão europeia do serviço.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
7. Aeroporto de Londres Heathrow

Oficial. Portugal fora do corredor turístico do Reino Unido

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Decisão do Reino Unido é “absurda”, “errada” e “desapontante”, diz Santos Silva

O primeiro ministro, António Costa.     MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

António Costa admite despedimentos na TAP com menos rotas e aviões

Bob Iger abandona liderança da Disney