aviação

Encomendas à Boeing superam as da Airbus pela primeira vez em cinco anos

Boeing

A empresa norte-americana teve no ano passado mais encomendas de aviões que a francesa Airbus. Foi a primeira vez em cinco anos.

Entre as duas gigantes mundiais da aviação a batalha é muito mais do que pelo controlo dos céus. É também uma guerra de números e, no ano passado, pela primeira vez em cinco anos, a norte-americana Boeing ultrapassou a francesa Airbus no que a encomendas diz respeito.

Em 2018, a americana recebeu 893 encomendas de aviões, que estão avaliadas em 143.700 milhões de dólares, de acordo com o jornal espanhol Expansión. Já a companhia europeia registou 747 encomendas, no valor de 118.400 milhões de dólares.

Nos últimos 12 meses, a Airbus entregou 800 aviões comercias a 93 clientes “cumprindo o seu objetivo para o ano, e atingindo um novo recorde para a empresa”, de acordo com o comunicado da empresa. Alguns destes aviões terão tido como destino final Lisboa, estando agora ao serviço da TAP, que recebeu seis aviões Airbus NEO novos em 2018 e continuará nesse processo, alcançando 37 novas aeronaves até ao final de 2019.

Ainda assim, para a fabricante francesa, 2018 foi um ano de desafios. “Apesar de vários desafios operacionais significativos, a Airbus continuou a aumentar a sua produção e entregou um número recorde de aviões em 2018. Agradeço de forma especial às nossas equipas que trabalharam até ao final do ano para cumprir os nossos compromissos,” disse Guillaume Faury, Presidente da Airbus Commercial Aircraft, em comunicado.

“Fico igualmente satisfeito com a chegada de novas encomendas, que demonstram a força no mercado de aviões comerciais e a confiança que os clientes depositam em nós. Estou agradecido a todos eles pelo seu apoio contínuo. À medida que procuramos incrementar ainda mais a nossa eficácia industrial, continuaremos com a digitalização da nossa empresa como uma prioridade fundamental.”

A Boeing, por outro lado, entregou 806 aviões no ano passado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Antonoaldo Neves, CEO da TAP Air Portugal. Foto:  REUTERS/Regis Duvignau

TAP obtém empréstimo de 137 milhões de euros

Mário Centeno, ministro das Finanças
( Pedro Rocha / Global Imagens )

Portugal com 2.º maior excedente orçamental no 3.º trimestre

(Leonardo Negrão/Global Imagens)

Foram vendidas 500 casas por dia em 2018

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Encomendas à Boeing superam as da Airbus pela primeira vez em cinco anos