Bolsa de Lisboa em baixa, com Galp e Pharol a caírem 2%

Cerca das 08:55 em Lisboa, o principal índice da bolsa, o PSI20, descia 0,49% para 4.193,66 pontos, com 13 'papéis' a desvalorizarem-se, três a subirem e dois inalterados.

A bolsa de Lisboa inverteu esta terça-feira a tendência de alta da abertura, com a Galp Energia e a Pharol a desvalorizarem-se 2,25% para 8 euros e 1,94% para 0,10 euros, respetivamente.

Cerca das 08:55 em Lisboa, o principal índice da bolsa, o PSI20, descia 0,49% para 4.193,66 pontos, com 13 'papéis' a desvalorizarem-se, três a subirem e dois inalterados (Corticeira Amorim e Sonae Capital).

Aos 'papéis' da Galp Energia e da Pharol seguiam-se os do BCP, Sonae SGPS e Altri, que registavam perdas de 1,54% para 0,08 euros, 1,04% para 3,04 euros e de 0,96% para 3,71 euros.

Em contrapartida, em sentido inverso, as ações da Ibersol e da Jerónimo Martins eram as que mais subiam, mais 2,20% para 4,05 euros e 0,69% para 14,69 euros.

Na Europa, as principais bolsas abriram hoje em baixa, a seguirem a tendência registada na segunda-feira em Wall Street.

Na segunda-feira, a bolsa de Nova Iorque fechou em baixa, com o Dow Jones a cair 1,44% para 28.195,42 pontos, contra 29.551,42 pontos em 12 de fevereiro, atual máximo desde que foi criado, em 1896.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a desvalorizar-se 1,65% para 11.478,88 pontos, contra o atual máximo de sempre, de 12.056,33 pontos, em 02 de setembro.

A nível cambial, o euro abriu hoje em baixa no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1764 dólares, contra 1,1782 dólares na segunda-feira e o máximo desde 15 de maio de 2018, de 1,1944 dólares, em 31 de agosto.

O barril de petróleo Brent para entrega em dezembro abriu com tendência descendente, a cotar-se a 42,46 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 42,62 dólares na segunda-feira e o máximo desde março, de 48,29 dólares, em 25 de agosto.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de