transportes

Bolt: Rival da Uber capta investimento 100 milhões de euros

Bolt já cobre quase todas as cidades do litoral português. (Fotografia cedida pela Bolt)
Bolt já cobre quase todas as cidades do litoral português. (Fotografia cedida pela Bolt)

Plataforma de transportes da Estónia recebe injeção de capital que não interfere na estrutura acionista da empresa mas implica aumento da dívida.

A plataforma de transportes Bolt recebeu um investimento de 100 milhões de euros. Fundada na Estónia, a principal rival da Uber no mercado de mobilidade europeu garantiu esta injeção de capital que não implica qualquer alteração acionista mas implica um aumento da dívida. A operação divulgada esta terça-feira contou apenas com participação da sociedade Naya Capital Management.

Este investimento foi arrecadado depois de no mês de abril vários meios da Estónia terem noticiado que a Bolt estaria a tentar um empréstimo do Governo local com garantia pública. Por causa do novo coronavírus, esta plataforma de transportes assistiu à diminuição de clientes e lançou um serviço de entregas para empresas, à semelhança do que fez a rival Uber.

Depois desta injeção de capital, a Bolt já angariou mais de 300 milhões de euros junto de investidores privados, como o grupo Daimler (dono da Mercedes) e os chineses da Didi. A avaliação de mercado da empresa da Estónia subiu de mil milhões para 1,7 mil milhões de euros.

“Embora a crise tenha mudado temporariamente a forma como nos movemos, as tendências de longo prazo que impulsionam a procura de soluções de mobilidade, como a redução do número de carros pessoais ou a mudança para transportes mais ecológicos, continuam a crescer”, refere o co-fundador e presidente executivo da Bolt, Markus Villig, citado em comunicado.

O investimento da Bolt foi anunciado no mesmo dia em que a Uber comunicou o despedimento de 600 pessoas só no mercado indiano, o equivalente a 25% da força de trabalho. Nas últimas semanas, a plataforma norte-americana comunicou a saída de 6700 trabalhadores.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Foto: JOAO RELVAS / LUSA

Desemprego registado volta a crescer em agosto, supera 409 mil inscrições

Fotografia: Fábio Poço/Global Imagens

AL perdeu quase 3000 casas em Lisboa e Porto. Oferta para arrendar cresce

Manuel Heitor, ministro do Ensino Superior.
(PAULO SPRANGER/Global Imagens)

Alunos vão pagar até 285 euros para ficar em hotéis e alojamento local

Bolt: Rival da Uber capta investimento 100 milhões de euros