Bordallo Pinheiro investiu mais de 9 milhões em nova fábrica

Investimento levou à contratação de mais de 100 trabalhadores e aumentou em 60% capacidade de produção

A Bordallo Pinheiro inaugurou esta quarta-feira o projeto de expansão e modernização da sua fábrica nas Caldas da Rainha, um projeto onde a empresa do Grupo Visabeira, investiu mais de 9 milhões de euros.

A renovada unidade industrial tem uma área de cerca de 12 mil metros quadrados. Nas antigas instalações, encontram-se agora novos ateliers de pintura artística e ornamentação, bem como os novos fornos e as estufas. A expansão da fábrica implicou a admissão de mais de uma centena de colaboradores, contando atualmente a Bordallo Pinheiro com 270 trabalhadores, "com tendência de crescimento nos próximos meses", diz a empresa em nota de imprensa.

A intervenção na Bordallo Pinheiro, que conta com o apoio do Programa de Incentivos à Inovação Produtiva do Portugal 2020, permitirá que a unidade aumente em mais de 60% a capacidade de produção.

"O investimento na Bordallo Pinheiro se não ficará apenas pelas instalações fabris, incluirá uma profunda remodelação e reorganização dos espaços da loja Bordallo e do Museu, criando um complexo a que se juntará a abertura de uma nova loja", refere a companhia.

A Bordallo Pinheiro inaugurou, recentemente duas lojas em Paris, tendo, igualmente uma loja em Madrid. Há mais de um ano a sua primeira loja em Lisboa, na zona da Praça de Londres.

"Com as instalações ampliadas a Bordallo Pinheiro tem agora a capacidade para desenvolver novos produtos da marca Bordallo e novas coleções, continuando a realizar parcerias com artistas de renome, nacionais e internacionais; aumentar a quota no mercado internacional, incrementando a exportação de modo a que, pelo menos, 75% da faturação seja destinada ao mercado externo", refere a empresa.

França, Itália, Espanha, Reino Unido, Holanda, Suécia, Estados Unidos e Japão são alguns dos mercados externos onde a marca está presente.

O mercado externo representa 50% do volume de negócios de mais de 6,4 milhões com que a Bordallo Pinheiro fechou 2018, ano que registou um EBITDA de 1,6 milhões de euros.

 

 

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de