Indústria 4.0

Bosch e a indústria 4.0 – os robots são os melhores amigos dos humanos

A carregar player...

Inovações da empresa alemã vão chegar à fábrica de Braga durante este ano

É uma das primeiras coisas que vemos assim que entramos na fábrica de Feurbach, em plena zona de Estugarda: um robot, o APAS, ajuda a colocar vários compartimentos no seu respetivo lugar, depois de serem devidamente tratados. Mas o APAS não monopoliza o circuito de trabalho desta unidade da Bosch. É um parceiro dos 3 190 trabalhadores e símbolo da indústria 4.0, em que as pessoas têm um papel central.

Este robot também distingue-se pela sua sensibilidade. Quando sente que uma pessoa está demasiado próxima, um raio de 15 a 20 cm, suspende imediatamente a tarefa. O APAS é reconhecido pela associação de seguradoras como seguro para trabalhar diretamente com os colaboradores, que, assim, não têm de estar a fazer tarefas perigosas ou repetitivas.

Mas este não é o único exemplo da indústria 4.0, onde tudo está conectado. Por isso é que as máquinas da fábrica de Feurbach têm um leitor de código de barras, que é bastante útil para sua manutenção, que fica agendada. Se houver algum problema, o tempo de paragem da máquina é praticamente reduzido a metade, de 21 para 11 minutos, e a produtividade cresce 2%.

Amberg. Esta fábrica produz um controlador por segundo

O terceiro destaque desta fábrica está no active cockpit. Este painel vai permitir reduzir, em 10 vezes, o tempo passado em tarefas administrativas, de 380 para 34 horas por mês. O equipamento, que vai ser instalado na fábrica da Bosch de Braga, em Portugal, avalia diariamente o desempenho dos equipamentos, medindo a sua produtividade e consumos energéticos, só para dar dois exemplos.

Leia mais sobre a Indústria 4.0

A Bosch é uma das empresas que integra os grupos de trabalho da indústria 4.0, lançados oficialmente pelo Governo em abril e que deverão apresentar, em meados deste ano, medidas concretas para a quarta revolução industrial.

Jornalista em Estugarda a convite da Bosch Portugal

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
lisboa casas turismo salarios portugal

Taxa de juro do crédito à habitação cai para 1%

Lisboa, 18/02/2020 - Plenário da Assembleia da República - Debate quinzenal com o primeiro ministro.
Primeiro Ministro António Costa com os restantes ministros que compõem o governo.
Jerónimo de Sousa - PCP
(Leonardo Negrão / Global Imagens)

Jerónimo avisa Costa que “sem aumentos salariais” os “problemas vão aumentar”

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos (C), acompanhado pelo ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno e pelo presidente da CP, Nuno Freitas (E), na assinatura do contrato de serviço público entre o Estado e a CP, na Estação do Rossio, em Lisboa, 28 de novembro de 2019. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

CP escapa a multas por atraso no contrato de serviço público

Bosch e a indústria 4.0 – os robots são os melhores amigos dos humanos