Telecomunicações

Brasileira Oi “desconhece por completo” interesse da Telefónica

Operadora brasileira apresentou o maior pedido de recuperação judicial de sempre do Brasil. Fotografia: Sérgio Moraes/Reuters
Operadora brasileira apresentou o maior pedido de recuperação judicial de sempre do Brasil. Fotografia: Sérgio Moraes/Reuters

Oi nega conhecimento de interesse da Telefónica na compra de ativos

A Oi “desconhece por completo” eventual interesse da operadora Telefónica Brasil numa eventual compra da operadora brasileira, onde a Pharol é acionista.

A operadora brasileira emitiu um comunicado, depois do regulador de mercado brasileiro ter feito um pedido de esclarecimento após notícias dando conta de um eventual interesse do braço brasileiro da Telefónica em ativos da companhia.

“A diretoria da Oi desconhece por completo a informação veiculada na matéria da Agência Broadcast acerca de qualquer eventual proposta de compra dos ativos da companhia por parte da Telefónica Brasil”, disse a operadora.

De acordo com a Agência Estado, a Telefónica estaria potencialmente interessada nas redes móveis da operadora brasileira, 3G e 4G, e não na rede fixa. O espanhol El Confidencial já tinha noticiado que a Telefónica, que no Brasil controla a concorrente Vivo, estaria a ponderar uma oferta à Oi, no âmbito do seu plano de reestruturação, tendo contactado o Morgan Stanley para mediar operação.

A Oi, recorde-se, tem em curso um processo de recuperação judicial.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Mário Centeno 
(EPA-EFE/PATRICIA DE MELO MOREIRA)

Lentidão nos reembolsos fazem disparar IRS em plena crise

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos (C), acompanhado pelo ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno e pelo presidente da CP, Nuno Freitas (E), na assinatura do contrato de serviço público entre o Estado e a CP, na Estação do Rossio, em Lisboa, 28 de novembro de 2019. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

CP sem contrato com Estado só tem dinheiro até junho

avião da TAP

PS desafia TAP a corrigir plano de rotas áreas que “lesa interesse nacional”

Brasileira Oi “desconhece por completo” interesse da Telefónica