aviação

British Airways deixa de voar para o Irão a partir de setembro

EPA/ANDY RAIN
EPA/ANDY RAIN

A companhia British Airways referiu que "as operações não são atualmente comercialmente viáveis". O último voo acontece a 22 de setembro.

A companhia British Airways anunciou esta quinta-feira deixará de realizar voos diretos para a capital do Irão em setembro, porque “as operações não são atualmente comercialmente viáveis”.

A decisão anunciada esta quinta-feira ocorre depois de o Presidente norte-americano, Donald Trump, em maio ter retirado os Estados Unidos do acordo nuclear entre o Irão e as grandes potências mundiais e de ter reinstaurado sanções contra os iranianos.

Relativamente à ligação aérea, a British Airways anunciou que o seu último voo para Teerão será a 22 de setembro, com o regresso a Londres no dia seguinte.

A companhia aérea britânica tinha retomado os voos diretos para Teerão em setembro de 2016, após a suspensão do serviço em outubro de 2012, quando as relações entre a Grã-Bretanha e o Irão se deterioraram.

O Reino Unido, juntamente com os restantes membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU – França, Rússia, China e Estados Unidos – e a Alemanha, celebrou o acordo nuclear com o Irão em 2015.

Juntamente com outros países europeus, o Reino Unido disse que pretendia proteger as empresas que continuassem a fazer negócios no Irão, mas muitas desistiram depois da decisão norte-americana abandonar aquele compromisso, em maio deste ano.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
As associações representativas dos taxistas marcaram para esta quarta-feira uma manifestação nacional contra a promulgação pelo Presidente da República do diploma que regula as plataformas electrónicas de transporte como a Uber, Cabify, Taxify e Chaffeur Privé. Manifestação de Lisboa.
Táxis junto à rotunda do Marquês de Pombal 
( Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens )

Plataformas de transportes ganham pouco com concentração dos taxistas

Revolução nas transferências de dinheiro já chegou a Portugal

Mário Pereira (administrador) e Inês Drummond Borge (diretora de marketing) da Worten

Fotografia: D.R.

Worten tem um marketplace. Vai começar a vender sofás e colchões

Outros conteúdos GMG
British Airways deixa de voar para o Irão a partir de setembro