Indústria

British American Tobacco quer mais informação e mais transparente

Vype, da British American Tobacco
Vype, da British American Tobacco

Segunda maior tabaqueira aposta na divulgação de produtos de nicotina de risco potencialmente reduzido.

Disponibilizar informações científicas claras sobre os produtos de vapor, o tabaco aquecido e outros mais recentes produtos de nicotina e trazer “um profundo olhar sobre estudos científicos e desenvolvimento de produtos de risco potencial reduzido”. É este o objetivo da British American Tobacco, que nesta semana reformulou toda a sua comunicação, incluindo a criação de um site científico dedicado à pesquisa científica para tornar mais transparente a atividade e os resultados da segunda maior tabaqueira do mundo.

“Temos muito orgulho na nossa abordagem aberta e transparente à investigação científica”, comentou no lançamento David O’Reilly, diretor de Pesquisa Científica da empresa, afirmando que o novo site é “o lugar perfeito para apresentar a ciência que está na base dos produtos de risco potencialmente reduzido da companhia”. O site tem um novo visual e conteúdo educacional, projetado para “informar, inspirar e envolver” os vários públicos, especificou.

Com 2,5 mil milhões de dólares investidos na transformação do seu produto nos últimos sete anos e uma década depois de lançar o portal, a companhia pretende, através do novo site batscience.com, comunicar melhor e de forma mais aberta e transparente. Pensado para chegar a um público alargado, incluindo comunidades de saúde, imprensa, cientistas, reguladores e consumidores, a ideia é “transformar o panorama relacionado com o tabaco”, para o que se disponibiliza “informações científicas claras sobre os produtos de vapor, o tabaco aquecido e outros produtos, bem como uma variedade de vídeos e animações que demonstram como os produtos da empresa funcionam, como são testados e quais os resultados desses testes”, explica a companhia.

“O site é bem conhecido na comunidade científica e estou muito satisfeito por agora estar mais dinâmico e focado nestes produtos”, diz Chris Proctor. “Em conjunto com o nosso programa de visitas e com o nosso relatório bienal de ciência e tecnologia, o novo site ajudará a fortalecer nosso programa exclusivo de relacionamento científico”, acrescenta o chefe do grupo de Ciência para os Produtos de Risco Potencialmente Reduzido.

Presente em mais de 200 países e fabricante de marcas como Rothmans, Dunhill, Lucky Strike ou Pall Mall, a British American Tobacco é a segunda maior tabaqueira do mundo, com 57,7 mil trabalhadores e um oitavo dos mil milhões de fumadores hoje a consumir os seus produtos. Tem cerca de uma centena de cientistas, engenheiros e designers a trabalhar na inovação relacionada com os produtos de tabaco aquecido.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Trump Xi China

Trump ameaça Pequim e ordena às empresas: “saiam da China”

Emmanuel Macron, presidente francês. Fotografia: Direitos Reservados

Fogos na Amazónia: França e Irlanda ameaçam bloquear acordo com Mercosul

O ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, intervém durante uma conferência de imprensa para fazer o ponto de situação sobre a crise energética, no Ministério do Ambiente e da Transição Energética, em Lisboa, 13 de agosto de 2019. JOÃO RELVAS / LUSA

Ministro do Ambiente: “Há cada vez mais condições” para que greve não aconteça

Outros conteúdos GMG
British American Tobacco quer mais informação e mais transparente