Agroalimentar

Bruxelas aprova negócio de 43 mil milhões no agroalimentar

Agricultura intensiva usa cada vez mais pesticidas

ChemChina viu Bruxelas e os Estados Unidos aprovar a compra da Syngenta

A Comissão Europeia deu luz verde a uma proposta de compra da China National Chemical sobre a empresa suíça de pesticidas Syngenta AG, num negócio avaliado em 43 mil milhões de dólares.

Segundo a Bloomberg, a aprovação de Bruxelas surge um dia depois da luz verde dos Estados Unidos, aproximando da concretização a maior compra chinesa de ativos estrangeiros.

A aprovação está dependente de remédios. A ChemChina tem de desinvestir numa parte significativa da Adama, o seu negócio de pesticidas, ou então nas unidades que se sobrepõem da Syngenta, entre outras imposições.

A oferta de aquisição foi anunciada há um ano e é uma dos mega-negócios que podem redesenhar a indústria agroalimentar.

A Dow Chemical quer fundir-se com a DuPont, naquele que é o maior negócio neste setor e teve na passada semana a aprovação de Bruxelas, com imposições pesadas. A Bayer ainda precisa de aprovação para comprar a Monsanto.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ilustração: Vítor Higgs

Indústria têxtil em força na principal feira de Saúde na Alemanha

O Ministro das Finanças, João Leão. EPA/MANUEL DE ALMEIDA

Nova dívida da pandemia custa metade da média em 2019

spacex-lanca-com-sucesso-e-pela-primeira-vez-a-nave-crew-dragon-para-a-nasa

SpaceX lança 57 satélites para criar rede mundial de Internet de alta velocidade

Bruxelas aprova negócio de 43 mil milhões no agroalimentar