Automóvel

Bruxelas investiga alegado cartel alemão nas emissões de automóveis

Fotografia: Patrick Pleul/EPA
Fotografia: Patrick Pleul/EPA

Volkswagen, BMW, Audi e Porsche são suspeitas de fixar preços nos sistemas de tratamento de carros a gasóleo

A Comissão Europeia e a autoridade da concorrência alemã estão a investigar um alegado cartel de marcas alemãs na indústria automóvel. Volkswagen, BMW, Audi e Porsche terão atuado em conjunto para fixar os preços dos sistemas de tratamento de motores a gasóleo através do uso de comités industriais.

“A Comissão Europeia e a Bundeskartellamt [Autoridade da Concorrência da Alemanha] receberam informação nesta matéria, que está a ser analisada pela Comissão Europeia. É prematuro, nesta altura, especular mais alguma informação”, referiu fonte de Bruxelas à Reuters.

Na sexta-feira, o jornal alemão Der Spiegel noticiou que Volkswagen, BMW, Audi e Porsche terão constituído 60 comités industriais, com um total de 200 membros, que terão discutido, em conjunto, aspetos como o desenvolvimento de veículos, travões motores a gasolina e gasóleo, embraiagens e transmissões, assim como sistemas de tratamento de emissões.

O mesmo jornal deu conta que a Volkswagen terá admitido o comportamento anti concorrência numa carta enviada às autoridades alemãs a 4 de julho. Caso seja provada a existência deste cartel, as quatro marcas poderão ser multadas em até 10% das receitas totais.

A investigação da Bruxelas e das autoridades alemãs surge na mesma semana em que a Mercedes e três marcas do grupo Volkswagen anunciaram a recolha voluntária de três milhões e de 850 mil carros, respetivamente, movidos a gasóleo.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

O empresário Joe Berardo à chegada para a sua audição perante a II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco, na Assembleia da República. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

A “golpada”, a falta de património e o risco todo no lado da CGD

Luís Castro Henriques .
(PAULO SPRANGER/Global Imagens)

Luís Castro Henriques: “Portugal já não é um país de burocratas”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Bruxelas investiga alegado cartel alemão nas emissões de automóveis