Turismo

Bruxelas: Ofertas no Airbnb já estão de acordo com leis do consumidor da UE

Věra Jourová, comissária europeia. Fotografia: REUTERS/Eric Vidal
Věra Jourová, comissária europeia. Fotografia: REUTERS/Eric Vidal

Bruxelas anunciou que a plataforma Airbnb clarificou e melhorou a forma como apresenta as ofertas aos consumidores e que estão agora de acordo com os padrões estabelecidos pelas leis do consumo vigentes na União Europeia.

Um ano depois do alerta, a Comissão Europeia anuncia agora que, fruto das negociações desenvolvidas com a Airbnb, a plataforma de alojamento de curta duração melhorou e clarificou a forma como apresenta as ofertas de alojamento aos clientes. As melhorias aplicadas, de acordo com um comunicado da Comissão Europeia, “estão em linha com os padrões estabelecidos na lei do consumo da UE”.

A plataforma Airbnb abordou todas as exigências apresentadas por Bruxelas e pelas autoridades do consumo nacionais, de forma que as regras europeias fossem cumpridas. Entre as principais melhorias e mudanças está o facto de, com datas selecionadas, os utilizadores verem o preço total nos resultados apresentados na página, incluindo taxas e encargos; a Airbnb indica se o alojamento apresentado foi colocado no mercado por um anfitrião privado ou profissional; além disso, a plataforma coloca um link que dá acesso à plataforma de resolução de conflitos online e toda a informação necessária para a resolução de conflitos, segundo o documento.

A Comissária europeia para a Justiça, Consumidores e Igualdade de Género, Věra Jourová, nota que: “Nas férias deste verão, os europeus vão simplesmente ter o que veem quando reservam as suas férias. Comparar e reservar online um hotel ou alojamento ficou mais rápido e fácil para os consumidores. Agora os consumidores podem também confiar que os preços que veem na primeira página vai ser o preço que pagam no fim. Fico muito satisfeita por a Airbnb ter estado disponível para cooperar com a Comissão Europeia, e autoridades nacionais de proteção dos consumidores, para melhorar a forma com a sua plataforma trabalha”, disse Věra Jourová, em comunicado, acrescentando que espera que outras plataformas sigam o exemplo.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Imagem DVfinal

Uma ideia para o futuro de Portugal

José Galamba de Oliveira, presidente da Associação Portuguesa de Seguradores. (PAULO SPRANGER/Global Imagens)

“Catástrofes mais frequentes vão tornar os seguros mais caros”

(Joao Silva/ Global Imagens)

Transição das rendas antigas acaba. Cem mil famílias vão pagar mais

Outros conteúdos GMG
Bruxelas: Ofertas no Airbnb já estão de acordo com leis do consumidor da UE