CES 2016

BUDD-e: a primeira tentativa de redenção da Volkswagen

A marca alemã aproveitou o Consumer Electronics Show para apresentar a versão moderna da célebre "pão de forma"

É a primeira tentativa da Volkswagen de voltar a tempos mais felizes, depois do escândalo em que se viu envolvida no ano passado, ao admitir que manipulou os níveis de gases poluentes emitidos por alguns dos seus modelos.

A marca alemã aproveitou o Consumer Electronics Show, a feira de tecnologia que está a decorrer esta semana em Las Vegas, para apresentar uma espécie de reencarnação do Microbus – a célebre “pão de forma”.

O BUDD-e será a versão elétrica e moderna do icónico furgão da Volkswagen, que deixou de ser produzido em 2013, ao fim de mais de 60 anos. Para já, é apenas um conceito, mas poderá chegar ao mercado em 2019.

Leia também: Intel mostra óculos inteligentes, drones e um capacete inteligente

O novo modelo conta com o sistema Modular Electric Toolkit, que vai ser integrado nos futuros carros elétricos da Volkswagen, e com dois motores elétricos, um por cada eixo. O carro deverá atingir 150 quilómetros por hora e a bateria (que pode ser carregada com um sistema wireless e até 80% em 30 minutos) terá autonomia para 600 quilómetros.

O anúncio deste novo carro chega depois de a Volkswagen se ter comprometido a apostar em modelos elétricos e não poluentes, numa altura em que enfrenta o impacto do escândalo das emissões poluentes. Este investimento terá de ser equilibrado com os custos decorrentes deste escândalo, que não param de aumentar. Esta semana, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos apresentou uma queixa contra a Volkswagen; a marca poderá enfrentar, só neste caso, uma multa superior a 74 mil milhões de euros.

Conheça o BUDD-e:

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
António Costa Silva partex

Costa Silva. Um astronauta ao contrário para remexer a fundo no país?

TIAGO PETINGA/LUSA

António Mexia recusou responder ao juiz Carlos Alexandre no caso EDP

Pedro Siza Vieira, ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital,. Foografia: Manuel de Almeida / LUSA

Siza Vieira. Há 46 mil empresas com pedidos de lay-off renovados

BUDD-e: a primeira tentativa de redenção da Volkswagen