Telecomunicações

Call centers. Altice integra mais 2000 pessoas via Intelcia

Alexandre Fonseca, presidente da Altice Portugal (Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)
Alexandre Fonseca, presidente da Altice Portugal (Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

A Intelcia vai integrar os trabalhadores que forneciam serviços à Altice através da Manpower Solutions. Integração fica concluída a 16 de março.

Uma nova operação quer alargar o universo de actividade da Altice em Portugal, com a incorporação da Intelcia, uma empresa que já desde 2016 fazia parte do universo internacional Altice. Dois anos depois de a empresa especialista em outsourcing ter sido trazida para cá, representando na época um investimento de 2 milhões de euros. “A Altice volta assim a investir e a apostar em Portugal e a criar emprego”, afirma Alexandre Fonseca, CEO da Altice, durante um encontro com jornalistas que decorreu horas antes do anúncio formal desta incorporação.“Esta aposta é fundamental para o reforço de um dos pilares estratégicos da Altice Portugal , o foco no cliente e qualidade de serviço –, aliás eleito como prioritário para o próximo triénio”.

A Intelcia é detida em 65% pela Altice Portugal e o restante capital é detido por dois empresários marroquinos (Karin Bernoussi é um dos fundadores). Tinha 100 trabalhadores cá até agora, mas com este movimento “passa a integrar mais de 2000 pessoas que transitam da Manpower Solutions e onde já prestavam serviços customer care e comercial para a Altice. Agora passam a integrar o head count [quadro fixo de pessoal] da Intelcia, da qual a Altice detém a maioria do capital”, explica o CEO. Neste caso “em vez de formar novas pessoas de que precisaríamos, incorporámos já com experiência e know how. Trata-se de um movimento laboral positivo, em que são incorporados trabalhadores externos na folha de salários, mantendo as mesmas condições anteriores e acrescentando seguro de saúde Multicare para todos e acesso à rede ACS de Altice [rede de serviços de saúde], o que nesta actividade não é usual”, acrescenta Alexandre Fonseca.

Carla Marques, country manager da Intelcia, avança ao Dinheiro Vivo que a operação de transferência dos trabalhadores estará concluída até 16 de março deste ano.

“A primeira reunião com as chefias aconteceu esta segunda-feira e o road show pelo país para apresentar a empresa começa hoje”, adianta a executiva, ex-quadro da Randstad e com vasta experiência na área de recrutamento e outsourcing.

A Intelcia quer mais mercado além do universo Altice e por cá já tem clientes na área dos seguros, telecoms e tecnologias de informação. Tem um serviço “multilingue e o melhor call center que há em Lisboa, incorporando consultoria, inteligência artificial e robótica”, afirma Carla Marques. “A Intelcia tem uma estratégia internacional com foco no serviço ao cliente. Mais um sinal de investimento forte, de reforço de compromisso e de alteração de paradigma na relação da Altice com o cliente”, acrescenta Alexandre Fonseca. “Ao contrário do que disseram antes os arautos da desgraça, a Altice está a desenvolver o universo económico, está a crescer e a diversificar”, afirma. Lá fora, a Intelcia soma já 20 anos de atividade, está em 9 países e tem 14000 colaboradores.

Este é o primeiro anúncio das várias novidades que a Altice diz ter para comunicar no ano de 2020, todas elas, afiança o CEO, “no sentido de alargamento da nossa presença em Portugal e do compromisso com a economia portuguesa”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
(Joao Silva/ Global Imagens)

Preço das casas aumentou 1,7% em novembro

Kristalina Georgieva, diretora-geral do FMI. Fotografia: EPA/MICHAEL REYNOLDS

FMI corta crescimento dos maiores parceiros de Portugal: Espanha e Alemanha

Isabel dos Santos  EPA/TIAGO PETINGA

Isabel dos Santos: Angola escolheu um caminho em que “todos vão ficar a perder”

Call centers. Altice integra mais 2000 pessoas via Intelcia