Desporto

Canal da Federação Portuguesa de Futebol em três operadoras em 2019

Faro, 06/09/2018 - A Seleção Nacional A recebeu  a Seleção da Croácia no estádio do Algarve, em jogo amigável. 
Equipa Portugal
( Álvaro Isidoro / Global Imagens )
Faro, 06/09/2018 - A Seleção Nacional A recebeu a Seleção da Croácia no estádio do Algarve, em jogo amigável. Equipa Portugal ( Álvaro Isidoro / Global Imagens )

Canal televisivo liderado por Nuno Santos vai ser distribuído por Altice, NOS e Vodafone. Início das emissões está previsto para maio de 2019.

O canal televisivo ’11’, da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), vai ser distribuído por Altice, NOS e Vodafone, anunciou este domingo o organismo que prevê o arranque das emissões para 2019.

“O ’11’ estará a partir do próximo ano em casa dos portugueses e será um importante instrumento de divulgação e promoção do futebol português e dos seus principais protagonistas, que são os jogadores e os treinadores”, explicou o presidente da FPF, Fernando Gomes, citado em nota de imprensa.

O canal vai ser dirigido por Nuno Santos e vai dedicar a sua emissão à atividade das diversas seleções masculinas e femininas de futebol, futsal e futebol de praia, mas também aos treinadores e jogadores portugueses que atuam no estrangeiro, bem como às competições nacionais dos diferentes escalões.

O arranque das emissões está previsto para meio, de acordo com um texto de opinião de Nuno Santos publicado no início de novembro na edição online da revista Meios & Publicidade.

No mesmo comunicado divulgado pela FPF no seu sítio oficial na Internet, os responsáveis da Altice Portugal, Alexandre Fonseca, NOS, Miguel Almeida, e Vodafone, Mário Vaz, assumiram a satisfação por contarem com a estação televisiva federativa nas suas grelhas.

O organismo deu ainda conta de que o líder federativo e o diretor-executivo da FPF, Tiago Craveiro, debateram com os responsáveis destas três operadoras sobre os desafios comuns ao futebol e ao setor das telecomunicações.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Biedronka

Polónia multa Jerónimo Martins em 26 milhões por práticas enganadoras nos preços

António Ramalho, CEO do Novo Banco. Fotografia: Tiago Petinga/Lusa

Novo Banco vendeu seguradora com desconto de 70% ‘coberto’ pela ajuda do Estado

Fotografia: D.R.

Novo Banco. GNB teve idoneidade verificada pelo regulador

Canal da Federação Portuguesa de Futebol em três operadoras em 2019