Automóvel

Carlos Ghosn voltou a ser detido. É suspeito de desvio da Nissan

Última imagem do antigo presidente da liderança Renault-Nissan antes de ser detido novamente em Tóquio, esta quinta-feira.
Última imagem do antigo presidente da liderança Renault-Nissan antes de ser detido novamente em Tóquio, esta quinta-feira.

O ex-gestor preparava-se para dar uma conferência de imprensa daqui a uma semana, no dia 11 de abril.

O Ministério Público (MP) de Tóquio informou esta quinta-feira que a última detenção do ex-presidente da Nissan justifica-se pela suspeita de que Carlos Ghosn desviou cinco milhões de dólares (4,4 milhões de euros).

Os procuradores do MP adiantaram que o dinheiro terá sido desviado de uma subsidiária da Nissan para uma concessionária fora do Japão.

A detenção aconteceu pouco mais de um mês depois de Ghosn ser libertado sob fiança quando se encontrava sob custódia das autoridades, suspeito de má conduta financeira enquanto liderava a fabricante japonesa.

Esta quinta-feira, Ghosn voltou a garantir que está inocente. O ex-gestor preparava-se para dar uma conferência de imprensa daqui a uma semana, no dia 11 de abril.

Os procuradores acreditam que o dinheiro desviado terá ido para uma empresa que Ghosn praticamente administrou.

O comunicado divulgado hoje não mencionou Omã, mas uma investigação anterior da parceira francesa da Nissan Motor Co., da Renault, centrou-se em pagamentos realizados a uma concessionária naquele país, sendo que se suspeita que parte do dinheiro foi canalizado para uso pessoal de Ghosn.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Zalando é uma das maiores empresas de moda online a nível europeu. (Fabrizio Bensch/REUTERS)

Zalando sai de Portugal um ano depois de investir 3 milhões

( Filipe Amorim / Global Imagens )

Atlético de Madrid propõs ao Benfica 126 milhões de euros por João Félix

Fotografia: Pedro Rocha/Global Imagens

Governo questiona RTP sobre não transmissão de Jogos de Minsk

Outros conteúdos GMG
Carlos Ghosn voltou a ser detido. É suspeito de desvio da Nissan