Automóvel

Carros rendem 23 milhões de euros por dia ao Estado

Fotografia: DR
Fotografia: DR

A compra e venda de automóveis, as reparações e serviços, peças e pneus nas oficinas são as áreas que mais receitas geram para o Estado

O sector automóvel representou um encaixe total de 8,5 mil milhões de euros em impostos ao Estado em 2016. Ou seja, entraram 23 milhões de euros de euros para dia graças aos impostos arrecadados nas despesas nas oficinas, com combustíveis, portagens, vendas e registo, taxas alfandegárias e imposto de circulação, além de outras taxas.

Os números representam um aumento de cerca de 50% em comparação com 2015 (5,9 mil milhões de euros), segundo os dados da Associação Europeia de Construtores (ACEA) e adiantados esta segunda-feira pelo Correio da Manhã. A subida dos impostos sobre os combustíveis, em fevereiro, e o aumento das vendas de automóveis foram os principais responsáveis pelo aumento deste montante.

A compra e venda de automóveis, as reparações e serviços, peças e pneus nas oficinas são as áreas que mais receitas geram para o Estado. Só em 2016 foram 3,4 mil milhões de euros, mais 53% em comparação com os 1,85 mil milhões de euros registados em 2015.

O sector automóvel contribui com mais receitas para o Estado do que países como Irlanda e Grécia, mas está muito longe de países como Alemanha e França. O parque automóvel alemão gerou receitas de 79,9 mil milhões de euros em 2016. Ao todo, o sector automóvel gerou receitas de 396 mil milhões de euros no ano passado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Cada vez mais, os sites dos hotéis são canais de venda direta. Fotografia: D.R.

Hoteleiros apostam nas vendas online para fugirem ao Booking

PSA Vigo

Fotografia: D.R.

Viana rouba 1800 empregos à indústria automóvel da Galiza

RGPD | Regulamento da proteção de dados

Regulamento da proteção de dados é negócio em Portugal

Outros conteúdos GMG
Carros rendem 23 milhões de euros por dia ao Estado