Automóvel

Carros usados à venda voltam a ter ‘selo’ de qualidade 12 anos depois

os 50 modelos de carros mais vendidos até junho
Imagem de carros usados num concessionários. (Rui Oliveira / Global Imagens)

Programa Usado ACAP conta com parceria do Standvirtual e do Centro de Arbitragem Automóvel.

Os carros usados à venda nos concessionários vão voltar a ter um ‘selo’ de qualidade. O Programa Usado ACAP, da Associação Automóvel de Portugal, é apresentado hoje e vai contribuir para aumentar a transparência do mercado, sobretudo junto dos stands independentes e multimarca.

Este é o regresso de uma iniciativa lançada há mais de 12 anos pela ACAP. Além do CASA – Centro de Arbitragem Automóvel, o programa conta com o apoio da plataforma Standvirtual, que ajudará a certificar os concessionários.

Os stands aderentes vão estar devidamente identificados no local e através da internet. Mesmo antes da apresentação oficial, cerca de 100 empresas já terão aderido a esta medida, adiantou o CASA ao Dinheiro Vivo.

Haverá também uma minuta do contrato de compra de venda do veículo, elaborada em parceria entre a ACAP e o CASA. O comprador do usado também será informado sobre todas as garantias do veículo, entre um e dois anos.

Leia mais: Nunca houve tantos carros e tão envelhecidos a circular em Portugal

“Juntámo-nos ao programa por considerarmos que é uma forma de concretizar a nossa missão: contribuir para um nível acrescido de acesso dos cidadãos e das empresas ao direito e à justiça, através da mediação, da conciliação e da arbitragem de conflitos do setor automóvel”, assinala o Centro de Arbitragem Automóvel.

A medida também merece a aprovação da associação Anecra, que junta empresas do comércio e da reparação. “Este programa ajuda a moralizar a atividade e vai ajudar a combater a fuga ao fisco”, destaca Alexandre Ferreira, dirigente da Anecra.

Esta associação acredita que o programa da ACAP vai ainda ajudar a rejuvenescer o parque automóvel nacional. “Os carros usados têm, em média, até cinco anos, menos de metade da idade média do parque automóvel no ano passado, de 12,6 anos”, nos ligeiros de passageiros.

Estima-se que no ano passado tenham sido vendidos mais de 570 mil automóveis usados, cerca de 2,5 vezes mais do que todo o mercado de carros ligeiros novos. Entre os carros comercializados em 2018, mais de 77 mil eram usados importados.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Alberto Souto de Miranda
(Gerardo Santos / Global Imagens)

Governo. “Participar no capital” dos CTT é via “em aberto”

Congresso APDC

“Temos um responsável da regulação que não regula”

Congresso APDC

Governo. Banda larga deve fazer parte do serviço universal

Outros conteúdos GMG
Carros usados à venda voltam a ter ‘selo’ de qualidade 12 anos depois