Castelbel já exporta 74% e aumentou salários

ng3107835

A Castelbel decidiu aumentar os salários dos
colaboradores, em média, 3% e uma vez que a carteira de encomendas, para este ano, “é já tão significativa” estão previstas
novas ações de recrutamento.Recentemente foi apresentada uma nova linha de produtos para a casa, a Castelbel Amazonia, em feiras internacionais de Milão, Paris e Frankfurt, que será comercializada a partir de maio, a propósito do Campeonato do Mundo de Futebol FIFA de 2014 que decorerá em junho e julho no Brasil.Leia mais: Vieira de Castro soma e segue na Excelência com mais um prémioA empresa localizada em Castêlo da Maia, iniciou a sua atividade em 1999, com apenas 9 trabalhadores, obteve em 2013
os melhores resultados de sempre, batendo todos os seus recordes em termos de:
número de clientes e mercados ativos, número de produtos novos, número de
feiras profissionais nas quais participou como empresa expositora, número
de funcionários, faturação global (com 74% de exportações) e rentabilidade.Em consequência destes resultados, o IAPMEI voltou a conceder a esta empresa do Norte o estatuto de PME Excelência (já o tinha feito no ano passado).No início da laboração da Castelbel, começou por se dedicar ao fabrico de sabonetes artesanais, destinados exclusivamente ao mercado dos Estados Unidos da América. Atualmente com 68 colaboradores, que incluem químicos e engenheiros químicos, os Estados Unidos deixaram de ser o único destino das exportações, que são agora também Espanha, a Inglaterra, a Alemanha e a Austrália. No momento, a principal aposta da empresa está a ser a Rússia.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

Pardal Henriques, do SNMMP. 
(MANUEL DE ALMEIDA/LUSA)

Sem acordo “por 50 euros”, diz sindicato. “Querem impor aumento”, acusam patrões

O advogado e porta-voz do sindicato nacional dos motoristas, Pardal Henriques. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Pardal Henriques foi a personalidade mais mediática da greve

Outros conteúdos GMG
Castelbel já exporta 74% e aumentou salários