Ferrovia

CDS pede explicações ao Governo sobre “situação de colapso” na CP

Comboios da CP. (Fotografia: DR)
Comboios da CP. (Fotografia: DR)

O CDS-PP admite antecipar a reunião da Comissão Permanente do parlamento se entretanto o ministro do Planeamento não der esclarecimentos públicos.

O CDS-PP exigiu esta segunda-feira explicações ao Governo sobre a “situação de colapso” na CP e admite antecipar a reunião da Comissão Permanente do parlamento, prevista para setembro, se entretanto o ministro do Planeamento não der esclarecimentos públicos.

Há uma “situação de colapso” nos transportes ferroviários com consequências nos horários, manutenção e número de comboios em funcionamento, afirmou o vice-presidente do partido Adolfo Mesquita Nunes, em conferência de imprensa conjunta com o líder parlamentar, Nuno Magalhães, na Assembleia da República, em Lisboa.

Mesquita Nunes tem a expectativa de o ministro Pedro Marques vir a dar “explicações públicas” sobre o que se está a passar e quais são as soluções adotadas pelo Governo para resolução do problema. Mas se isso não acontecer, Nuno Magalhães admite propor a antecipação da Comissão Permanente, que substitui o plenário da Assembleia da República em férias, prevista para 6 de setembro, ainda que reconheça que só poderia antecipar a reunião por consenso de todos os partidos. Quem não o quiser, que assuma as responsabilidades políticas, afirmou Nuno Magalhães.

Os centristas argumentam com as mudanças nos horários e atrasos nos comboios, casos de falta de manutenção de carruagens que estiveram na origem de vários incidentes, no fim de semana, devido a falhas, por exemplo, no ar condicionado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
apple one

Apple One junta vários serviços, chega a Portugal mas com limitações. O que tem

A  90ª edição da Micam, a feira de calçado de Milão, está agendada para os dias 20 a 23 de setembro, com medidas de segurança reforçadas. Fotografia DR

Calçado. Micam arranca este domingo e até há uma nova marca presente

Os ministros da Presidência do Conselho de Ministros, Mariana Vieira da Silva (C), Economia, Pedro Sia Vieira (E) e do Trabalho Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho (D). MANUEL DE ALMEIDA/POOL/LUSA

Portugal é o quarto país da UE onde é mais difícil descolar do mínimo

CDS pede explicações ao Governo sobre “situação de colapso” na CP