Tecnologia

Centro digital da Mercedes em Portugal já tem 150 pessoas e está a contratar

Mercedes-Benz.io instalou-se no Second Home de Lisboa em 2017. (Fotografia: Daimler)
Mercedes-Benz.io instalou-se no Second Home de Lisboa em 2017. (Fotografia: Daimler)

Marca alemã vai ter de mudar-se para novo espaço provisório antes de fixar-se no Hub Criativo do Beato. Há mais de 20 vagas em aberto.

Dois anos e meio depois, o centro digital da Mercedes em Portugal já conta com mais de 150 pessoas. Inaugurado em maio de 2017, o Mercedes-Benz.io desenvolve aplicações ligadas aos automóveis da marca alemã, tecnologias para a condução autónoma e ferramentas para o grupo Daimler. O centro digital está a contratar mais 20 pessoas e prepara-se para mudar para um novo espaço provisório antes de fixar-se no Beato.

Temos dois escritórios separados: o original, no Second Home Lisboa, e também estamos na Fundação das Comunicações. Como já somos 152 pessoas, crescemos mais do que o suposto, não cabemos mais onde estamos. Vamos mudar-nos, em fevereiro, por um período temporário, para o novo IDEA Hub, no Saldanha”, adiantou Alexandre Vaz, diretor-geral do Mercedes-Benz.io Lisboa, em declarações ao Dinheiro Vivo à margem da conferência de imprensa anual da marca alemã.

O centro digital da Mercedes só poderá fixar-se no Hub Criativo do Beato quando estiverem concluídas as obras de reabilitação do edifício da Factory. É neste local que a marca automóvel alemã vai conviver com outras empresas digitais e mesmo com startups.

A mudança do Mercedes-Benz.io deveria ter ocorrido durante 2019 mas as obras de reabilitação no edifício da Factory estão atrasadas. “Está previsto que o espaço no Beato esteja aberto este ano. Deverá levar 200 pessoas”, acrescenta o mesmo responsável.

O escritório de 2000 m2 no Hub Criativo do Beato, a prazo, será maior do que os centros digitais da Mercedes em Berlim e Estugarda juntos. BMW e Volkswagen são os outros grupos automóveis alemães que escolheram Portugal para instalar centros tecnológicos.

A Daimler, dona da Mercedes, conta com outros dois investimentos tecnológicos em Portugal.

No final de 2018, o grupo alemão criou em Lisboa o hub tecnológico, Tech & Data Hub, que aposta na inovação e serviços digitais no sector dos veículos comerciais, de camiões e autocarros, dando emprego a cerca de 30 pessoas. Desde outubro, este centro passou a chamar-se tb.lx.

Em julho de 2016, a Mercedes instalou em Sintra o centro de serviços Network Assistance Center, que atualmente dá apoio técnico e nos processos de pós-venda à rede de oficinas da marca automóvel na Europa e que conta com uma equipa de 40 pessoas.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
(Photo by Tobias SCHWARZ / AFP)

Tribunal suspende construção da Gigafactory da Tesla na Alemanha

A 89ª edição da Micam decorre em Milão de 16 a 19 de fereveiro. Fotografia: Direitos Reservados

Calçado quer duplicar exportações para o Japão em dois anos

Micam

Governo promete “soluções criativas” para ajudar as empresas

Centro digital da Mercedes em Portugal já tem 150 pessoas e está a contratar