Tecnologia

CEO do Alibaba acredita que a tecnologia vai trazer “mais dor que felicidade”

Jack Ma, fundador e chairman do grupo Alibaba, é um dos casos de empreendedorismo chineses mais bem sucedidos. (REUTERS/Shu Zhang)
Jack Ma, fundador e chairman do grupo Alibaba, é um dos casos de empreendedorismo chineses mais bem sucedidos. (REUTERS/Shu Zhang)

Educação e limitar a actuação dos robots são a chave, segundo Jack Ma, para aligeirar efeitos do avanço digital.

Num discurso frente a empreendedores, esta segunda-feira, Jack Ma enveredou por um tom mais negro, diferente do seu entusiasmo visionário habitual. De acordo com a Bloomberg, o CEO do gigante chinês Alibaba considerou que, com o avanço da tecnologia, “nos próximos 30 anos, o mundo vai ver muito mais dor do que felicidade”, assegurando que “os conflitos sociais nas próximas três décadas vão impactar todas as indústrias e modos de vida”.

Leia aqui: Alibaba torna-se patrocinador oficial dos Jogos Olímpicos

Na conferência, Jack Ma explicou o que considera serem os melhores caminhos a seguir para facilitar o processo: por um lado, alterar o atual sistema de educação, por outro, garantir que os robots apenas executam o que os humanos não são capazes de fazer. “Há 15 anos, discursei 200 ou 300 vezes alertando que a Internet ia impactar as indústrias, mas as pessoas não ouviram porque eu não era ninguém”.

Ainda assim, na conferência que teve lugar em Zhengzhou, China, o CEO da Alibaba mantém-se crítico em relação às companhias que ainda não se adaptaram à tecnologia, considerando, por exemplo, que a computação em nuvem e a inteligência artificial são essenciais para qualquer indústria e que, se os líderes das empresas ainda não entenderem isso, devem pedir aos mais novos que lhos expliquem.

 

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Fábio Poço/Global Imagens)

Alojamento Local. Há 11 desistências por dia desde que nova lei entrou em vigor

Fotografia: Regis Duvignau / Reuters

Clandestinidade preocupa sindicato da construção

Fotografia: REUTERS/Juan Medina

Extensão do prazo da OPA ao Dia faz parar operações de venda do grupo

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
CEO do Alibaba acredita que a tecnologia vai trazer “mais dor que felicidade”