CGD vai fechar 61 balcões. Saiba quais

O presidente da CGD, Rui Vilar, enviou a lista de balcões do banco público que vão encerrar à comissão parlamentar de inquérito à CGD

Ao todo são 61 agências que vão encerrar. Em Lisboa serão 18 (sendo que uma, na avenida 5 de Outubro, já fechou) no norte 15, no centro 13, e no sul outras 15. A lista, atualizada, foi remetida ao presidente da comissão parlamentar de inquérito à recapitalização da CGD, Emídio Guerreiro, no dia 22 de março, por Rui Vilar, presidente do banco público.

Os balcões que vão encerrar na região norte: Gualtar; São Lázaro; Campo-Valongo; Ponte da Pedra; Pinhais da Foz; Termas de S. Vicente; Santa Quitéria; Fontainhas; Senhora da Agonia; Merelim; Lordelo; Pedras Rubras; Oliveira do Douro; Pádua Correia; Portas Fronhas

Região centro: São Bernardo; Cucujães; Atouguia da Baleia; Silvares; Febres; Caranguejeira; Pousos; Aida; Souselas; Branca; Almeida; Universidade de Coimbra (Pólo III); ISPV

Região de Lisboa: Quinta das Conchas; ISEG; Cascais Av.; Colares; ISEL; Universidade Nova; Palácio da Justiça; Fontes Pereira de Melo; Torres Vedras Sul; Sobreiro Curvo; Abrigada; Merceana; Brandoa; Pólo da Ajuda; Tagus Park; Caneças; Colinas do Cruzeiro; 5 de Outubro (já encerrada)

Região sul: Angra - Avenidas; Fajã de Cima; Sobreda da Caparica; Cacilhas; Forum Almada; Quinta do Amparo; Ameijeira; Lavradio; Fórum Madeira; Alexandre Herculano - Portalegre; Pedro de Santarém; Canha; Monte Gordo; Gambelas; Santa Margarida

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de