China aprova criação de cinco novos bancos privados

Comissão Reguladora da Banca na China aprovou a criação de cinco novos bancos privados no país. Passam a 16 o número de entidades não estatais

A Comissão Reguladora da Banca na China anunciou na terça-feira que aprovou a criação de cinco novos bancos privados no país, elevando para 16 o número de entidades bancárias não estatais.

Em comunicado, o regulador disse esperar que as novas entidades impulsionem o apoio financeiro às pequenas e médias empresas, visando colmatar a concentração de crédito concedido às empresas públicas pelos bancos do Estado.

Os cinco novos bancos vão ter sede em Pequim e nas províncias de Jiangsu, Jilin, Liaoning e Shandond, respetivamente.

Na semana passada, o regulador chinês aprovou a instituição de outros dois bancos privados, com sede nas cidades de Pequim e Nanjing, ilustrando a diversificação do setor financeiro chinês preconizada por Pequim.

O banco privado mais antigo da China é o Minsheng Bank, fundado em 1996, e que está na corrida para comprar o Novo Banco, tendo apresentado a melhor proposta, segundo a imprensa portuguesa.

O setor bancário chinês continua, no entanto, a ser dominado pelos chamados "quatro gigantes", todos controlados pelo Estado: ICBC, China Construction Bank, Agricultural Bank of China e Bank of China.

 

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de