CIP: 61% das empresas ainda não recebeu financiamento

Quase 80% das empresas considera que o programa do Governo de apoio ao setor empresarial está aquém ou muito aquém do que é necessário.

Mais de metade das empresas portuguesas que recorreram às linhas bancárias de financiamento de apoio devido à crise ainda não receberam os fundos.

Segundo um inquérito às empresas, divulgado esta segunda-feira pela CIP-Confederação Empresarial de Portugal, na semana de 25 de maio, 61% das empresas ainda não tinham obtido o respetivo financiamento.

O estudo apontou que 37% das empresas inquiridas responderam ter solicitado financiamento de apoio à crise provocada pelas medidas adotadas para travar a epidemia do novo coronavírus. Ao todo, 15% das empresas respondeu que ainda não pediu financiamento mas pensa vir e pedir e enquanto 48% não pediu não pensa fazê-lo.

Segundo o inquérito, 78% das empresas considera que os programas do Governo de apoio às empresas está aquém ou muito aquém do necessário, segundo os dados do estudo relativos à semana de 25 de maio. Quanto aos apoios da União Europeia, 51% dos responsáveis das empresas considera que não são adequados.

Outra conclusão do barómetro da CIP aponta que há menos empresas a recorrer ao regime de suspensão dos contratos de trabalho. Na semana passada, 35% das empresas tinham recorrido ao lay-off, face a 41% na semana anterior. No total, 59% das empresas não pediu nem pensa vir a recorrer ao lay-off.

O estudo conclui ainda que 61% das empresas já retomaram a sua atividade, face a 56% na semana anterior, enquanto 34% estão a operar parcialmente e 5% ainda se mantém fechadas.

A CIP divulgou hoje o quinto inquérito feito no âmbito do 'Projeto Sinais Vitais', desenvolvido em parceria com o Marketing FutureCast Lab do ISCTE.

O inquérito abrange uma amostra de 954 empresas representativas de um universo de 150 mil.

Atualizada às 18H22 com mais informação

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de