Cisco vai cortar 14 mil empregos

Tecnológicas têm sofrido uma onda de despedimentos nos últimos anos. Cisco quer tornar-se mais focada no software.

A tecnológica Cisco está a planear o corte de 14 mil postos de trabalho, o que representa perto de 20% dos funcionários da empresa, segundo o site CRN.

A Cisco deverá anunciar a medida de redução de custos nas próximas semanas, avança ainda a mesma fonte, numa altura em que a empresa está a evoluir do hardware para uma empresa centrada em software.

A Cisco não é a única tecnológica a avançar com cortes nos postos de trabalho. Empresas como a Microsoft, a HP ou a Intel têm avançado com reestruturações para fazer face à redução do negócio.

A Microsoft foi a responsável pelo maior layoff das tecnológicas, em 2014, reduzindo 18 mil funcionários. A HP disse em setembro que ia cortar 33 mil empregos em três anos e a Intel 12 mil gradualmente.

A Cisco, que contava com mais de 70 mil funcionários, não comentou a informação. A tecnológica tem investido em novos produtos como ferramentas para a análise de dados e baseadas na nuvem para centros de dados, para reduzir o impacto da redução de custos das operadoras de telecomunicações e empresas em hardware.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de