Cofina já notificou a Concorrência da compra da TVI

Grupo dono do Correio da Manhã deu mais um passo na operação de compra da Media Capital

A Cofina já notificou a Autoridade da Concorrência (AdC) da compra da Media Capital, confirmou o Dinheiro Vivo junto de fonte oficial do regulador. A notificação deu entrada no organismo regulador na quarta-feira, dia 4 de outubro.

O grupo de Paulo Fernandes deu assim mais um passo na operação de compra da TVI, enquanto se aguarda o pedido de registo de OPA na CMVM que deverá ser feito até o dia 11 de outubro. O regulador de mercados já informou igualmente que irá nomear um auditor para determinar o preço justo para o capital em Bolsa que não é detido pela Vértix (Prisa) da Media Capital. O dono do Correio da Manhã propõe pagar 2,3336 euros por cada ação da dona da TVI, que não é controlada pela Prisa.

A AdC irá analisar se esta operação de concentração de dois grupos de media terá efeitos negativos ao nível da concorrência. O primeiro passo passa por analisar se a documentação entregue está conforme, sendo que depois da data de produção de efeitos irá publicar a notificação da operação. Os potenciais interessados na operação terão depois 10 dias para se pronunciar sobre o negócio.

O regulador irá igualmente analisar a operação, tendo 30 dias úteis para o fazer, prazo que pode ser interrompido caso seja feito algum pedido de esclarecimento. A AdC irá pedir igualmente um pedido de parecer à Anacom (por causa das frequências de telvisão) e Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERC), que vai analisar este negócio do ponto de vista do impacto no pluralismo dos media. A decisão da ERC é vinculativa caso o parecer seja negativo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de